14/01/2007

APENAS UMA PASSAGEM.

O ano de 2006 passou, como um passeio lento e moroso. Muitas vigílias… noites traiçoeiras!
Caminhando ao lado dos Reis Magos e guiados pela estrela brilhante chegamos à gruta de Belém, onde haurimos a energia nova para prosseguir a nova caminhada.
Enfeitamos a nossa casa. Agora é importante enfeitar a alma de virtudes que são forças espirituais. Trocam-se as felicitações com esperanças novas de um “Feliz 2007”.
Parece que há mais carinho e mais ternura em todos os corações, o amor está mais presente depois que contemplaram o Menino Deus na simplicidade de uma manjedoura.
Hoje é o coração da Família que se transfigura em berço vivo, conservando com alegria sempre jovem aquele amor que nasceu pequenino para nunca envelhecer.
Escrevo esta simples mensagem a todos, incentivando-os que continuem vivendo esta alegria diferente e pura que tiveram na passagem de ano.
Que nesta virada da Família, ela se torne a pequena Nazaré, cantando feliz a vitória do Amor, com muita vontade de orar, de agradecer, louvar, sorrir, cantar, de fazer o bem, de evangelizar, de abraçar o outro, de acreditar que 2007 será bem melhor!
Então, creio no milagre do Ano Novo.
Creio que podemos ter uma fase nova de afirmação consciente de responsabilidade perante os deveres e direitos recíprocos, de respeito à dignidade da pessoa humana, e creio mais, ainda, na bondade de Deus, na estrela que brilhou naquela noite misteriosa.
Como nos velhos tempos de Ação Católica, no Colégio, eu termino com uma reflexão:
Nunca parar. Renovar sempre. Tudo passa, a nossa vida é uma passagem… até o Senhor nos levar, de novo, à gruta de Belém… até que sejamos companheiros de viagem!…
Abraços.