12/03/2018

CAP faz quarta-de-final com o Cruzeiro na tarde de sábado (17), no Mineirão

 

A FMF marcou para sábado (17), as 16 horas, no Mineirão, a partida única entre Cruzeiro x CAP valendo pelas quartas-de-final do Campeonato Mineiro SICOOB.

 

A partida deverá ser transmitida ao vivo somente pelo Canal Premiere SporTV. A data e o horário praticamente inviabiliza a transmissão via TV aberta.

 

Caso o confronto entre a raposa azul e águia grená termine num empate, as equipes decidem quem passa para a semi-final nos pênaltis.

 

 

O CAP conseguiu sua classificação as quartas-de-final em 8º lugar graças ao empate contra o Cruzeiro. O jogo aconteceu no Estádio Municipal Pedro Alves do Nascimento neste domingo (11).

 

Jogando para um público de 6.471 pagantes, que gerou uma renda de R$ 328.020,00 (isso sem contar os sócios torcedores) o CAP enfrentou um Cruzeiro totalmente modificado, formado com os jogadores reservas. Nem o treinador Mano Meneses veio a Patrocínio.

 

 

Rafael Marques abriu o placar aos 26 minutos do segundo tempo. o artacante Genesis, com um gol salvador aos 39 min da etapa final, colocou o time grená na fase mata-mata do torneio, avançando por conta do saldo de gols.

 

Um prêmio para o time de Patrocínio, que retornou ao Módulo I neste ano e, de quebra, ganhou uma vaga na Série D do Brasileiro.

 

RETROSPECTIVA DO CAP NA PRIMEIRA FASE DO MINEIRO SICOOB 2018

América 2 x 1 CAP

CAP 2 x 1 Tombense

CAP 1 x 1 URT

Atlético 2 x 2 CAP

CAP 1 x 1 Democrata/GV

Tupi 3 x 0 CAP

Caldense 0 x 2 CAP

CAP 2 x 0 Villa Nova

Uberlândia 1 x 0 CAP

BOA 2 x 1 CAP

CAP 1 x 1 Cruzeiro

 

NÚMEROS DA PRIMEIRA FASE

Ao todo, o CAP disputou 11 jogos, contabilizando 3 vitórias, 4 empates e 4 derrotas.

 

O timão grená marcou 13 gol e é o 5° ataque mais positivo da competição. No quesito defensivo, o CAP é 8ª defesa menos vazada do torneio. Sofreu 14 gols em 11 jogos, uma média 1, 272 gols por jogo.

 

O artilheiro Grená é o ‘prata da casa’ Ademir (4 gols), seguido por Gênesis (2 gols) e Marcelo Régis (2 gols). Também marcaram para o CAP Diego Borges (1 gol), Berger (1 gol), Leomir (1 gol), Nilo (1 gol). O CAP contou ainda com um gol contra do zagueiro Carlão, do Democrata.

 

Na era Rogério Henrique (que assume nesta segunda feira o Uberaba Sport), o CAP levou 10 gols. Com Wellington Fajardo no comando, sofreu apenas 4 gols. Com Rogério Henrique, o Patrocinense marcou 7 gols. No comando de Fajardo, o timão grená balançou a rede 6 vezes.

 

( ZEN )