18/05/2019

Católicos indignados com embargo de doação de terreno para ampliação da Igreja do Rosário

Z|E|N

Católicos do Bairro Matinha – e porque não dizer de toda cidade – indignados com a ação de um morador que entrou na justiça para embargar a doação do terreno para reforma da Igreja Rosário, o tradicional templo cristão do bairro.

O terreno, de 739,50m² e avaliado em pouco mais de R$133 mil reais, foi doado à Mitra Diocesana de Patos de Minas – Paróquia Santa Terezinha, pela Prefeitura de Patrocínio.

A Lei Nº 5,083, especifica, “O local destina-se exclusivamente à reforma, construção e benfeitoria do corpo da obra já edificada onde hoje funciona a Igreja do Rosário, devendo para tanto manter o funcionamento das atividades religiosas, comunitárias, educativas e assistenciais.”

“A reforma não será feita com o dinheiro da prefeitura, então qual o motivo do embargo? Nós moradores queremos e temos o direito de saber quem é este cidadão ou esta cidadã e o porque desta atitude. É um direito nosso moradores do bairro.” – pontuou um morador num grupo de wattsapp.

“Moro no bairro desde criança. Vi tanto a igreja quanto o bairro crescerem. Fiz minha primeira Eucaristia, minha Crisma, eu e meu marido fomos ministros da Eucaristia, tudo aqui nesta Igreja. Precisamos sim de uma igreja maior, com as devidas melhorias para que todos possam participar. Se alguém souber quem é o autor dessa ação, nos diga…” – registrou.

Recentemente, o radialista e digital influencer Jânio Lucco, morador do bairro, também se manifestou, indignado. Veja abaixo.