10/07/2019

Central já bloqueou quase 15 mil celulares roubados e furtados

Z|E|N

A Central de Bloqueio de Celulares do Estado de Minas Gerais (Cbloc), iniciativa que desburocratizou o processo de bloqueio de aparelhos para o cidadão após serem furtados ou roubados, celebra um ano de funcionamento e já inutilizou quase 15 mil celulares.

O processo diminui o valor de mercado destes produtos no mundo do crime, principalmente no que diz respeito à receptação.

A Central de Bloqueio é um sistema que pode ser utilizado por qualquer mineiro de forma gratuita e fácil.

Para bloquear o celular e proteger dados pessoais como fotos ou caminhos de GPS salvos, o cidadão SÓ PRECISA DO NÚMERO DA LINHA, e não mais do IMEI – identificação internacional do equipamento móvel.

Após o registro da ocorrência, o cidadão deve ir até a página da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e, em menos de três cliques, realizar a inutilização do celular.

Outra vantagem é que o cidadão amplia as chances de ter o seu celular de volta, caso ele seja encontrado pelas autoridades policiais, se ele tiver sido identificado e bloqueado na plataforma Cbloc.