11/04/2019

Em Uberlândia, ‘Atacarejos’ estão proibidos de verificar mercadorias dos clientes

Z|E|N

Em Uberlândia, o Procon está notificando as redes de supermercados varejistas e atacadistas da cidade sobre uma nova legislação municipal que proíbe a realização de ‘conferências’ em compras após o pagamento no caixa.

Com base numa lei municipal aprovada recentemente, o Procon uberlandense tem orientado que a prática é ilegal e pode render multa inicial no valor de R$ 10 mil.

Na terra rangeliana, o vereador e ex-presidente da Câmara, Thiago Malagoli, também levantou esta bandeira.

No dia 2 de abril, o parlamentar do PMB protocolou um projeto de sua autoria que também dá um basta na humilhação e no constrangimento que os clientes de alguns hipermercados atacadistas da cidade andam sofrendo.

Mas, porém, todavia contudo e entretanto, o PL está parado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa de Leis rangeliana ‘indeusdi’ a noite em que foi apresentado.

Quem sabe a partir de agora a coisa anda…