12/01/2019

ANÁLISE: Engana-se quem pensa que Betinho está ‘morto’ politicamente, avalia cientista político

Z/E/N

Esta frase, ouvida pelo redator do MAISUMONLINE na tarde de quinta-feira (10), veio de um emblemático e insofismável cientista político mel rangeliano.

Em verdade, é verdade, o empresário, ex-prefeito e ex-vice-prefeito Roberto Queiroz do Nascimento é uma das mentes políticas mais inquietas da paroquial política patrocinense.

Mesmo sem demonstrar, Betinho está ligado aos movimentos do tabuleiro político local.

Inteligente, perspicaz e astuto, guarda para si – para posterior análise e reflexão – todo e qualquer juízo de valor sobre atos & ações que permeiam o setor… Tá certo ou não?

Não só por isso (mas também por isso!) é voz corrente nos bastidores da política local que Betinho, no decorrer desse ano, será cortejado tanto pela situação quanto pela oposição mel rangeliana, de olho numa composição para as Eleições 2020.

Ex-prefeito 1997/2000 e 2001/2004; coordenador da campanha vitoriosa de Lucas Siqueira em 2008 e vice-prefeito 2013/2016, Betinho afastou-se do governo em 2015, inclusive abrindo mão do salário que recebia pelo cargo ao qual foi eleito.

Nas eleições de 2016 se candidatou a prefeito de Patrocínio apresentando chapa pura do PTB. Tendo como vice o empresário Márcio ‘Chokito’ Reis, obteve 4.855 votos.

O PTB elegeu 2 vereadores, o hoje secretário municipal de Esportes do G40, Carlos Alberto Silva, o Carlão e Paulo Roberto Santos, o Panxita.