• IWEBIX Content Slider

    • TV a cabo em visível decadência: 150 mil mineiros rescindiram contratos
      15/02/2018 - 8:03:40


       

      O rápido avanço das tecnologias digitais da comunicação, que propiciam modelos de negócios mais atraentes para os consumidores, e a grave crise econômica que atingiu o país nos últimos três anos provocaram, em 2017, a maior queda no número de contratos ativos de TV por assinatura no país desde 2002.

       

      Minas Gerais é o terceiro no ranking de estados que mais tiveram perdas, depois de São Paulo (menos 447,1 mil) e Rio de Janeiro (menos 97,8 mil). Foram 38,1 mil contratos a menos em 2017, recuo de 2,41% em relação a 2016 – ou 150 mil pessoas fora da base de clientes diretos e indiretos.

       

      Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em 2017, o número de assinantes brasileiros do serviço foi 938,7 mil menor do que em 2016 – o total passou de 18,9 milhões para 17,9 milhões. Levando-se em conta que cada contrato residencial é usufruido, em média, por quatro pessoas, estima-se que cerca de 3,7 milhões de telespectadores deixaram de consumir os canais pagos.

       

      O número foi também o mais baixo do mercado de TVs por assinatura desde outubro de 2013 e representou uma queda de quase 2 milhões de assinantes desde o apogeu do mercado, em novembro de 2014, quando a base chegou a 19,6 milhões de contratos.

       

      Para o vice-diretor de TV por assinatura e novas mídias da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), Rodrigo Arnaut, a queda deve ser contínua, nos próximos anos. As operadoras de TV por assinatura, segundo ele, pagam, hoje, por um pecado estratégico cometido a partir do início do século, quando passaram a investir pesadamente em ampliação da estrutura de distribuição de seus sinais – cabeamento e antenas – sem dar o devido valor à qualidade e à variedade do conteúdo transmitido.

       

      “Os grandes grupos investiram na expansão da rede, e não na produção de conteúdos próprios ou não, mas que realmente pudessem assegurar a sustentabilidade futura do negócio”, diz Arnaut.

       

      “Repassaram o preço aos consumidores do mundo todo, fazendo pacotes cada vez mais caros e com canais que pouco têm a ver com a realidade cultural dos clientes, e abriram margem para o surgimento de serviços alternativos, como os das empresas de streaming, via Internet, que têm custo baixíssimo de infraestrutura mas investem alto em novos conteúdos”, acrescenta, citando a gigante Netflix.

       

      ( Portal HD )


    • Horário de verão acaba neste fim de semana e será menor em 2018/2019
      15/02/2018 - 7:49:37


       

      O carnaval acabou e, depois dele, termina também o horário de verão. Em vigor desde outubro do ano passado, os relógios devem ser atrasados em uma hora entre este sábado (17) e este domingo (18).

       

      Além de Minas Gerais, outros nove Estados e o Distrito Federal participaram o horário de verão neste ano. O ajuste vale para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal).

       

      Assim, a maioria dos Estados do Brasil volta a ter o mesmo horário. As exceções são o leste do Amazonas e os Estados de Roraima e Rondônia, que ficam com uma hora de atraso em relação a Brasília. O Oeste do Amazonas e o Acre ficam com duas horas de atraso com relação a capital federal.

       

      PERÍODO MENOR

      O próximo horário de verão será menor do que este que acaba. O presidente Michel Temer editou um decreto que reduz a duração deste período, mas que não o elimina.

       

      Assim, no fim deste ano, o horário de verão começará apenas em 4 de novembro, um fim de semana após o fim do segundo turno das eleições presidenciais, que está marcado para 28 de outubro.

       

      ENTENDA O MOTIVO

      A mudança foi um pedido do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, para evitar atrasos na apuração dos votos e na divulgação dos resultados do pleito. Anteriormente, o horário de verão começava na segunda semana de outubro.

       

      ( O Tempo )


    • Aberta licitação para aquisição de merenda escolar proveniente da agricultura familiar
      14/02/2018 - 7:39:48


       

      A Prefeitura de Patrocínio está desde o dia 5 de fevereiro  recebendo documentações dos interessados em participar do credenciamento de Fornecedores Individuais, Grupos Informais e Grupos Formais para aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, para o atendimento ao Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.

       

      Ao todo serão adquiridos 46 itens para serem inseridos na alimentação escolar das unidades escolares municipais. Dentre os produtos estão verduras, frutas, legumes e outros. Para participar, os interessados deverão  entregar documentação para habilitação e Projeto de Venda no Departamento de Licitação da Prefeitura Municipal, das 07h às 11h e das 13h às 17h.

       

      O Edital (1/2018) poderá ser solicitado pelo e-mail licitatacao@patrocinio.mg.gov.br

       

      Mais informações poderão ser obtidas ainda por telefone no número (34) 3839-1800.

       

      ( ASSCOM / PMP )


    • Eleições 2018: Candidatos poderão usar recursos próprios nas campanhas
      14/02/2018 - 7:34:57


       

      O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou a resolução que disciplina os mecanismos de financiamento de campanha para as eleições de 2018. De acordo com o texto, publicado no dia 2 no ‘Diário da Justiça Eletrônico’, além dos recursos partidários e doações de pessoas físicas, os candidatos poderão usar recursos próprios em suas campanhas, o chamado autofinanciamento.

       

      “O candidato poderá usar recursos próprios em sua campanha até o limite de gastos estabelecido para o cargo ao qual concorre”, diz o texto da Resolução 23.553, cujo relator foi o ministro Luiz Fux, que desde o dia 6 ocupa a presidência do TSE.

       

      LIMITE

      Haverá limite de gastos com as campanhas. De acordo com a resolução, no caso da disputa pela Presidência da República, o valor máximo com gastos de campanha será de R$ 70 milhões. Nas eleições para o cargo de governador, os valores vão de R$ 2,8 milhões a R$ 21 milhões, conforme o número de eleitores do estado. Para a disputa a uma vaga no Senado, os limites variam de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões, conforme o número de eleitores do estado. Para deputado federal, o limite é de R$ 2,5 milhões e de R$ 1 milhão para as eleições de deputado estadual ou distrital.

       

      DOAÇÕES

      As doações, entretanto, ficam limitadas a 10% dos rendimentos brutos auferidos pelo doador no ano anterior à eleição. Os bens próprios do candidato também poderão ser objeto de doação. Mas somente podem ser utilizados na campanha eleitoral quando demonstrado “que já integravam seu patrimônio em período anterior ao pedido de registro da respectiva candidatura”.

       

      A resolução diz ainda que, além da doação ou cessão temporária de bens e serviços, as doações poderão ocorrer inclusive por meio da internet. No caso das doações bancárias, deverá constar o CPF do doador. Já “as doações financeiras de valor igual ou superior a R$ 1.064,10 só poderão ser realizadas mediante transferência eletrônica entre as contas bancárias do doador e do beneficiário da doação.”

       

      FINANCIAMENTO COLETIVO

      A resolução regulamenta também outra novidade, a possibilidade de financiamento coletivo da campanha por meio de plataformas na internet. Para tanto, a plataforma deverá ter cadastro prévio na Justiça Eleitoral. Serão exigidos, ainda, o recibo da transação, identificação obrigatória, com o nome completo e o CPF do doador; o valor das quantias doadas individualmente, forma de pagamento e as datas das respectivas doações.

       

      Essas informações deverão ser disponibilizadas na internet, devendo ser atualizada instantaneamente a cada nova doação. Os dados deverão ser enviados imediatamente à Justiça Eleitoral.

       

      POLÊMICA

      A polêmica em torno do autofinanciamento começou em dezembro do ano passado, quando o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Michel Temer que liberava o autofinanciamento sem restrição nas campanhas. Na ocasião, os parlamentares entenderam que isto poderia favorecer os candidatos com maior poder aquisitivo.

       

      Contudo, a derrubada ocorreu a menos de um ano da eleição, o que poderia ensejar insegurança e disputa jurídica. Com isso, coube ao TSE editar norma com as regras. Pelo calendário eleitoral de 2018, o tribunal tem até 5 de março para confirmar todas as normas para o pleito deste ano.

       

      ( Agência Brasil )


    • Mudanças no Facebook podem favorecer noticias falsas e impactar nas eleições
      14/02/2018 - 7:10:06


       

      Especialistas avaliam que a alteração feita pelo Facebook no algoritmo da rede social pode favorecer à disseminação de notícias falsas (as chamadas “fake news”). A mudança tem como objetivo privilegiar conteúdo de interação pessoal, em vez daquele produzido por empresas de notícias.

       

      O coordenador do curso de ciência de dados da Future Law/IDP-São Paulo, Alexandre Zavaglia Coelho, afirma que, além das fake news a alteração pode contribuir para ‘a criação de bolhas de pensamento, até a diminuição de canais de notícias, tão importantes para a diversidade de pensamento e para a democracia’.

       

      “Considerando que boa parte da população já consome notícias pelas redes sociais, programar os algoritmos para privilegiar conteúdo de outros usuários e diminuir a propagação de conteúdo gerado pelo jornalismo profissional pode causar distorções com graves consequências sociais”, destaca.

       

      MOMENTO INOPORTUNO

      A advogada especializada em direito eleitoral, Karina Kufa, indica que o momento foi inoportuno para o teste da rede social. “Uma mudança no algoritmo da rede, além de impactar na publicação de fanpages, gera uma grande preocupação para as próximas eleições, já que fake news produzidas e compartilhadas pelos “amigos” terão maior alcance do que as notícias do jornalismo, trazendo uma enorme insegurança à lisura eleitoral”, afirma.

       

      A advogada aponta que ‘o trabalho da justiça eleitoral para minimizar os efeitos das fake news será agora muito maior’. “E quem perde com isso?”, questiona Kufa. “Os eleitores e a sociedade, que poderão ser influenciados negativamente e podem depositar seu voto em candidatos menos qualificados por ter obtido uma informação falsa nas redes sociais.”

       

      Na terça-feira, ao tomar posse como novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luiz Fux, destacou a ofensiva da Corte Eleitoral no combate às fakes news, tendo a imprensa como aliada.

       

      Fux criticou a disseminação de notícias falsas e afirmou que uma ‘uma campanha limpa se faz com a divulgação das virtudes de um candidato, e não com a difusão de atributos negativos pessoais que atingem irresponsavelmente uma candidatura’.

       

      “Apesar disso (do combate às fake news), não se pretende tolher a liberdade de expressão e de informação legítima do leitor. A liberdade de expressão é pressuposto para qualquer regime que se intitule verdadeiramente democrático”, declarou na ocasião.

       

      INTERAÇÃO PESSOAL

      O Facebook, por seu lado, afirma que a alteração tem como objetivo privilegiar conteúdo de interação pessoal, em vez daquele produzido por empresas de notícias.

       

      “Estamos comprometidos em apoiar a construção de uma comunidade informada. Anunciamos no começo deste ano atualizações para priorizar no Feed de Notícias posts que geram conversas e interações significativas, e também notícias de qualidade, algo que nossa comunidade vinha nos pedindo. É importante lembrar que são muitos os sinais para determinar o que as pessoas veem no Feed de Notícias. Temos trabalhado continuamente para reduzir o alcance de posts desinformativos e notícias falsas, e ajudar as pessoas no consumo consciente de informações, dentro e fora do Facebook. Um exemplo são os Artigos Relacionados, um recurso que oferece perspectivas adicionais quando uma pessoa compartilha uma notícia no Facebook”, diz em nota.

       

      ( Agência Estado )


    • Santa Casa de Patrocínio informa: Tudo que você precisa saber sobre Mamografia
      14/02/2018 - 7:05:07


       

      Dia 05 de fevereiro foi comemorado o dia nacional da mamografia. A data foi instituído em 2013, com o objetivo de sensibilizar as mulheres sobre a importância de realizar o exame para a detecção precoce do câncer de mama que é uma das principais causas de morte entre mulheres no Brasil.

       

      Para a detecção precoce do câncer de mama, o exame mais indicado para a mulher é a mamografia, para avaliação das mamas, feito com um aparelho de raio-X chamado mamógrafo. O exame pode identificar lesões benignas e cancerígenas, que geralmente se apresentam como nódulos, ou calcificações. A mamografia, realizada regularmente, pode reduzir em 30% as mortes por câncer de mama.

       

      A mamografia é indicada a partir dos 40 anos e deve ser realizada anualmente. Para mulheres que possuem casos de câncer na família, em pare primeiro grau (mãe, irmã e/ou filha),a mamografia pode começar a ser feita aos 30 anos, uma vez que o risco de câncer de mama pode ser maior que o da população geral.

       

      O exame é realizado por um profissional em radiodiagnóstico e as imagens são interpretadas por um médico radiologista, oncologista ou mastologista.

       

      Para fazer o exame, a pessoa deve permanecer de pé, onde o técnico fará pelo menos duas imagens de uma mama, sendo uma de cada vez. A mama será comprimida firmemente entre duas placas planas a fim de espalhar o tecido mamário e reduzir a dose de radiação necessária para obtenção de uma imagem adequada. Cada incidência mamográfica dura apenas alguns segundos.

       

      A compressão causada pela mamografia pode causar certo desconforto à mulher, mas não irá machucá-la. A paciente poderá prosseguir o seu dia normalmente após o exame.

       

      Mulheres que têm implantes mamários farão um maior número de incidências mamográficas, geralmente quatro em cada mama. A compressão realizada durante o exame não causa nenhum dano às próteses.

       

      Os homens também podem ter câncer de mama (em cada cem mulheres com câncer um homem poderá ter a doença). Por isso, a mamografia pode ser usada também na avaliação da mama masculina (no aumento do volume denominado de ginecomastia ou presença de nódulo palpável).

       

      Santa Casa de Patrocínio, saúde é a nossa razão de ser! Contato: 34 3839 1000.


    • Feriado de Carnaval: Prefeitura só reabrirá as portas na manhã de quinta (15)
      12/02/2018 - 7:43:06


       

      Em nota publicada na sexta-feira (09) a prefeitura de Patrocínio comunicou a população que não haverá expediente nas repartições públicas municipais e suas autarquias nos dias 12 (segunda-feira de carnaval), 13 (terça-feira de carnaval) e 14 (quarta-feira de cinzas) de fevereiro. Abaixo, o funcionamento dos demais setores do governo municipal.

       

      COLETA DE LIXO

      A Secretaria Municipal de Obras Públicas informa que não haverá coleta de lixo apenas no dia 13 (terça-feira de carnaval)e que nos demais dias o recolhimento de lixo será feito normalmente, seguindo os horários e dias pré-estabelecidos para cada bairro.

       

      UNIDADES DE SAÚDE

      O atendimento nas Unidades Básicas de Saúde também serão suspensos nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro. Os casos de urgência e emergências serão atendidos no Pronto Socorro Municipal, que terá a equipe reforçada no período, conforme orienta a Secretaria Municipal de Saúde.

       

      ( ASSCOM / PMP )


    • Prefeitura e EMATER promovem palestras para os pequenos produtores de leite
      12/02/2018 - 7:39:15


       

      Dentro da proposta de atender ao pequeno produtor rural, o Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, promoveu na tarde de quarta (7), em parceria com a EMATER/MG um ciclo de palestras para os pequenos produtores de leite do Município.

       

      O evento, que aconteceu no Auditório Geraldo Campos, contou com a presença de vários produtores cadastrados no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), que aprenderam sobre melhoria na qualidade do leite e tratamento de desejos de bovinos.

       

      De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Pecuária, Odirlei Magalhães, o ciclo de palestras vai de encontro a necessidade de atender os pequenos produtores nos mais variados campos da produção rural de Patrocínio:

       

      “Tendo em vista a orientação do Prefeito que é a de focar no pequeno produtor, nós planejamos essa palestra aqui hoje que é focada especialmente para o pequeno produtor de leite, para que ele possa melhorar a qualidade de seu produto, por isso a importância de estarem aqui hoje todos os líderes da comunidades rurais do Município, porque eles podem levar para os outros produtores o que foi aprendido aqui hoje, e quem sabe a gente até possa levar essas palestras específicas para dentro da própria comunidade, esse o nosso objetivo” contou Odirlei.

       

      Para a presidente do CMDRS, Alcione Rosa de Paula, palestras como essa mostram a parceria entre os conselhos e o Governo Municipal “Essa mudança na vocação da Secretaria de Agricultura fez um bem enorme para os pequenos produtores, agora estamos correndo atrás de coisas novas, temos ideias mais diversificadas, além dessa diversificação dos temas nas palestras e cursos que a Secretaria vem promovendoe  é muito importante para a gente, porque nos dá mais oportunidades” disse.

       

      Conduzindo os trabalhos, o assistente técnico e veterinário da EMATER/MG Gilson Santos agradeceu a oportunidade de passar conhecimento para os produtores e celebrou a parceria da entidade com o Governo Municipal “é uma parceria que é muito importante para a EMATER, Patrocínio é um Município que trabalha muito bem com seus produtores, e sempre nos trata muito bem, por isso sempre pode contar conosco” elogiou Gilson.

       

      ( ASSCOM / PMP )


    • SME orienta escolas a trabalhar o tema da Campanha da Fraternidade 2018
      12/02/2018 - 7:36:20


       

      Aproveitando o tema “Fraternidade e superação da violência”, lançado pela CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil para a Campanha da Fraternidade de 2018, a Secretaria Municipal de Educação solicitou aos gestores das escolas e centros de educação infantil municipais que trabalhem o tema, visto que trata-se de uma discussão ecumênica e de caráter social.

       

      O Subsecretário de Educação, Natanael Diniz, orientou que a temática seja trabalhado durante o mês de março. “Solicitamos aos supervisores que sensibilizem os professores para que possam trabalhar essa temática com os alunos, em especial do Ensino Fundamental II e os professores de Ensino Religioso” enfatizou Natanael, a fim de garantir que o assunto seja abordado e dinamizado em todos os espaços escolares.

       

      A Igreja no Brasil escolheu o tema da superação da violência devido ao crescimento dos índices de violência no Brasil. Esse tema já foi discutido na década de 80, num contexto em que o país vivia a recessão militar e dentro desse contexto foi possível mapear diversas formas de violência.

       

      O lema da CF “Vós sois todos irmãos” foi extraído do capítulo 23 do Evangelho de São Mateus, no qual Jesus repreende os fariseus e mestres da lei, por suas práticas não serem coerentes com os seus discursos.  Além de mapear a violência,  a CF 2018 colocará também em evidência as iniciativas que existem para superá-la, bem como despertar novas propostas com esse objetivo.

       

      ( ASSCOM / PMP )


    • Marta Peres escreve: …E assim foi o Brasil, assim ainda é o Brasil
      12/02/2018 - 7:31:23


       

      Esse jeito torto, desconjuntado – um país que somente o brasileiro consegue entender.

       

      Desde os remotos tempos coloniais o brasileiro vem sendo marcado a ferro que nem gado no curral. Essa herança colonial pesou bastante na área dos direitos civis – escravidão – triste condição do ser humano, que negava a condição da pessoa ser considerada humana.

       

      O negro era tratado como se  fosse animal de estimação, inclusive para saciar os prazeres dos seus senhores. Raízes podres, mentes podres dos endinheirados, abastados fazendeiros e comerciantes – os poderosos da época que praticavam a corrupção, subjugando os menos poderosos, a sorte da lei que para eles não era aplicada, a justa justiça – nem todos tinham o que mereciam – muitos tinham o que não mereciam.

       

      E eles lucravam em cima dos mais fracos.

       

      Isso vem de longe e pelo visto está caminhando para tentar chegar mais longe ainda. É vergonhoso, inadmissível, deplorável, mas persiste no país com a diferença – hoje não são somente os negros que são escravos, mas todos os menos favorecidos financeiramente.

       

      Uma maior ênfase entre os políticos – eles se consideram deuses e querem que todos os adorem. Contudo, hoje a população está vendo, ouvindo, assistindo  – a população sabe o que vem acontecendo e esse descalabro só permanecerá enquanto houver a permissão do povo.

       

      A sociedade brasileira sofre os abusos das classes altas – dos políticos que passeiam pelo Congresso Nacional por conta de terem sido votados para tal. Mas eles só querem sugar até a última gota o sangue do povo brasileiro. Quanto mais lucro mais lucro eles querem em cima dos mais fracos.  Chega, o povo cansou!

       

      De que anda valendo a Democracia?

       

      Essa democracia ideal que protege a política dos usurpadores e incentiva a participação popular? A sociedade brasileira está apática, diz odiar a política, não entender e nem querer ouvir falar. Pois precisa sim, povo brasileiro, você precisa participar mas com inteligência.  Chega desse curral no qual vivemos – chega de vender o seu voto que só nos leva para o buraco. Enquanto você negociar o voto a troco de vinte reais será assim e assim será. Seja pessoa de brios, brasileiro, você não precisa comer somente em época de eleições.

       

      A sociedade é desigual.

       

      Isto só vai mudar com a ação do povo, precisa  – para isto, acordem – não aceitem essa corrupção desenfreada, não finjam que acreditam na inocência de lobos que chegaram ao poder apenas para se darem bem, pra roubarem a Nação.

       

      Todos têm culpa no cartório.

       

      Surgiram acontecimentos, foram mostrados o desleixo com a coisa pública, acreditem, ainda há chance de um despertar para colocarmos a verdadeira democracia participativa em ação – de forma clara,  consciente e atuante.

       

      Vamos sim, precisar de representantes no Congresso.

       

      Que saibamos escolher os melhores, ou então, dizer não, não comparecendo às urnas caso não existam candidatos que possam representar a sociedade.

       

      Chega de tanta mordomia legada a um bando de inconsequentes – traidores da Nação – traidores do Povo!

       

      Marta Peres


    • Rogério Henrique se desliga do CAP e diretoria contrata Wellington Fajardo
      11/02/2018 - 9:48:38


       

      Em um texto emocionado, postado nas redes sociais, o treinador Rogério Henrique (38) se despediu do Clube Atlético Patrocinense na tarde deste sábado (10).

       

      RH deixa o CAP com um saldo extremamente positivo. Está invicto em se tratando de jogos realizados em Patrocínio. O treinador esteve a frente do CAP nas suas duas principais conquistas, o acesso ao Módulo II (2016) e o título da Divisão, com o consequente acesso a Elite do Futebol Mineiro (2017).

       

      Porém, todavia, contudo e entretanto,  devido as curvas e voltas que a bola dá, acabou não resistindo às pressões diversas que permeiam o mundo futebolístico e futiboleiro, e optou por deixar o cargo.

       

      “Fica o meu apreço especial por esta torcida maravilhosa e pela cidade de Patrocínio! Me desligo hoje por decisão pessoal com a certeza de ter feito meu melhor, ressalto a invencibilidade de 16 jogos em casa que tenho a frente da equipe, graças a Deus nunca perdi um jogo oficial em Patrocínio! Desejo muita sorte e sucesso ao clube! O ciclo continua!” — diz o trecho final da sua carta de despedida.

       

      NOVO ‘PROFESSOR’

      Com o campeonato em andamento, faltando apenas 5 rodadas para o final da primeira fase e figurando atualmente na vice-lanterna do certame, a direção do Clube Atlético Patrocinense agiu rápido e já contratou a peça de reposição.

       

      O escolhido foi o ex-goleiro do Cruzeiro, do América Mineiro e do próprio CAP, em 1993, Wellington Fajardo (56).

       

      Em contato com o MAISUMONLINE, o diretor Diogo Cunha informou que o treinador chega a Patrocínio neste domingo (11) juntamente com o seu preparador físico para organizar a programação da semana.

       

      O CAP tem pela frente um compromisso importante e vital para suas pretensões no campeonato. Joga contra a Caldense, em Poços de Caldas no próximo domingo (18), as 16 horas. A ‘Veterana’ venceu no sábado de Carnaval o Atlético Mineiro por 2 x 1 no Independência e está com o moral nas alturas!

       

      Cunha informou ainda que parte da atual comissão técnica deve continuar, como o gerente de futebol Estéfano Caetano, o massagista Peron e o roupeiro Mumu.

       

      QUEM É

      Como jogador, Wellington Fajardo começou a carreira no América Mineiro em 1978, ficando no clube até 1986. Em 1985, foi considerado o melhor goleiro de Minas Gerais, ganhando o Troféu Guará, concedido aos melhores jogadores de cada posição. Era um líder nato dentro de campo, sabia orientar o time lá de trás, agindo como um treinador nas quatro linhas.

       

      Na Toca da Raposa, Wellington comemorou o título mineiro de 1987, o vice-campeonato da Supercopa da Libertadores em 1988 e as conquistas dos internacionais ‘Torneio Cidade de Pamplona’, ‘Torneio Cidade de Alicante’ e o ‘Torneio Cidade de Madri’. Em 1993, atuou no CAP, que era dirigido por Pedro Omar e, depois, por Ciro Luiz.

       

      Como treinador, Fajardo foi campeão da Taça Minas Gerias em 2008, treinando o Tupi. Trabalhou na Francana-SP e no Democrata de Governador Valadares-MG. No Villa Nova de Nova Lima foi o responsável por colocar o time na Série D do Brasileiro. Fajardo dirigiu também o Uberlândia Esporte Clube.

       

      ( ZEN com informações d’O Tempo e da Rede Hoje )


    • FIEMG trás a Patrocínio, dia 19 na ACIP, palestra sobre ‘Reforma Trabalhista’
      11/02/2018 - 9:13:02


       

      PATROCÍNIO receberá no dia 19/02, às 16h, no auditório da ACIP/CDL, a palestra “Reforma Trabalhista: Oportunidades e Desafios”, com o advogado Gustavo Lemos. Sua participação é fundamental.  Clique no link e garanta sua vaga: https://goo.gl/4ZeLiQ