• IWEBIX Content Slider

    • Chance de vitória de Bolsonaro no segundo turno sobe para 75%, diz Eurásia
      08/10/2018 - 15:05:05


       

      A combinação da demonstração de força do candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, no primeiro turno da eleição presidencial com a onda anti-PT que marcou a disputa por vagas no Senado e governos estaduais aumenta as chances de vitória do capitão da reserva no segundo turno de 60% para 75%.

       

      A avaliação é da consultoria norte-americana de risco político Eurásia.

       

      Bolsonaro recebeu 46% dos votos válidos, e Fernando Haddad (PT) em segundo lugar, teve 29%. Anteriormente, a empresa chegou a trabalhar com 20% de chances de vitória de Bolsonaro no primeiro turno.

       

      No segundo turno, o aumento da probabilidade de Bolsonaro ganhar decorre do fato de ele ter ficado muito perto de alcançar a metade de todos os votos válidos neste domingo (7), justifica a consultoria.

       

      Na prática, ele precisa convencer uma parcela relativamente pequena de eleitores de outros candidatos, continua a Eurasia. Haddad agora enfrenta um caminho difícil pela frente. Mesmo que o petista receba todos os votos de Ciro Gomes – o que é uma visão otimista -, ele alcançaria 41% de apoio contra os 46% de Bolsonaro — reitera a Eurásia.

       

      A consultoria norte americana ponderou que o perfil dos eleitores dos próximos quatro candidatos que receberam mais votos, Geraldo Alckmin, João Amoêdo, Cabo Daciolo e Henrique Meirelles é mais conservador, ou seja, tendem a apoiar Bolsonaro. Sendo assim, nem os votos herdados de Marina Silva e Guilherme Boulos ajudariam Haddad.

       

      ( Agência Brasil )

       


    • 14.876 votos em Patrocínio levaram Greyce Elias à Câmara Federal, veja mais
      08/10/2018 - 12:34:23


       

      Abaixo, a votação obtida em Patrocínio pelos candidatos eleitos por Minas Gerais a Câmara Federal e também a Assembléia Legislativa de MG. Os dados foram apurados pelo Sistema Difusora de Rádio e repassados ao MAISUMONLINE pelo diretor de jornalismo da emissora, José Antônio Firmino.

       

      DEPUTADOS FEDERAIS ELEITOS COM VOTOS EM PATROCÍNIO

      Greyce Elias – 14.876 votos

      Weliton Prado – 1.891

      André Janones – 963

      Cabo Junio Amaral – 628

      Gilberto Abramo – 469

      Eduardo Barbosa – 452

      Marcelo Álvaro Antonio – 317

      Eros Biondini – 259

      Thiago Mitraud – 241

      Marcelo Aro – 240

      Subtenente Gonzaga – 240

      Domingos Sávio – 232

      Vilson da Fetaemg – 225

      Zé Silva – 219

      Lincoln Portela – 211

      Aurea Carolina – 173

      Stefano Aguiar – 139

      Aécio Neves – 124

      Rogério Correia – 109

      Zé Vitor – 95

      Igor Timo – 78

      Alê Silva – 62

      Patrus Ananias – 59

      Delegado Marcelo Freitas – 58

      Dr. Mário Heringer e Dimas Fabiano – 54

      Franco Cartafina – 51

      Lucas Gonzalez – 30

      Léo Motta – 29

      Paulo Guedes – 28

      Charlles Evangelista e Luiz Tibé – 24

      Newton Cardoso Júnior – 21

      Diego Andrade e Fred Costa – 20

      Pinheirinho – 16

      Margarida Salomão – 14

      Reginaldo Lopes – 13

      Mauro Lopes – 12

      Fabio Ramalho – 10

      Paulo Abi Ackel – 09

      Padre João – 08

      Rodrigo de Castro – 08

      Misael Varella – 08

      Odair Cunha – 05

      Lafayete Andrada e Júlio Delgado – 04

      Hercilio Coelho Diniz e Emidinho Madeira – 03

      Leonardo Monteiro – 01

       

      Não foram eleitos, mas obtiveram uma expressiva votação em Patrocínio, os seguintes candidatos a deputado federal,

      Silas Brasileiro 7.956

      Renato Andrade – 1.139

      Escritor Wilson Melo – 1.097

      Aelton Freitas – 616

      Pastor Nelquiades de Madureira – 584

      Bruno Júlio – 302

      Tenente Lúcio – 283

      Gilmar Machado – 270

      Antonio Andrade – 232

      Jorgetania – 185

      Victor Cesarini – 152

      Wadson Ribeiro – 146

      Felipe Attiê – 138

      Adelmo Leão – 123

      Pastor Fabio Lima – 120

      Fernando Borja – 110

       

      DEPUTADOS ESTADUAIS ELEITOS COM VOTOS EM PATROCÍNIO

      Elismar Prado – 908

      Noraldino Júnior – 844

      Luiz Humberto Carneiro – 709

      Dr. Hely Tarquino – 463

      Charles Santos – 461

      Bruno Engler – 448

      Sargento Rodrigues – 335

      Bosco – 258

      Léo Portela – 139

      Leandro Genaro – 128

      João Vitor Xavier da Itatiaia – 111

      Beatriz Cerqueira – 84

      Cleitinho – 74

      Delegado Heli Grilo – 73

      Mário Henrique Caixa – 60

      Coronel Sandro – 57

      Bartô do Novo – 55

      André Quintão e Osvaldo Lopes – 54

      Coronel Henrique – 45

      Leonídio Bouças – 37

      Gustavo Santana – 37

      João Leite – 33

      Raul Belém – 32

      Delegada Sheila – 30

      Fernando Pacheco – 28

      Arlen Santiago e Andréia de Jesus – 27

      Alencar da Silveira Jr. – 25

      Marília Campos – 18

      Doorgal Andrada – 16

      Cássio Soares e Zé Reis – 14

      Dr. Jean Freire e Tadeuzinho – 13

      Sávio Souza Cruz e Marquinho Durval – 12

      Cleitoin Oliveira – 11

      Cristiano Silveira, Gil Pereira e Roberto Andrade – 10

      Virgilio Guimarães e Laura Serrano – 09

      Leninha – 08

      Professor Irineu – 08

      Mauro Tramonte, Agostinho Patrus, Roberto Carlos Arantes e Guilherme da Cunha – 07

      Dalmo Ribeiro, Gustavo Valadares e Professor Wendel Mesquita – 06

      Duarte Bechir – 05

      Fabio Avelar e Zé Guilherme – 04

      Carlos Henrique 03 e Carlos Pimenta – 03

      Douglas Melo, Inácio Franco, Betão e Ana Paula Siqueira – 02

      Dr. Wilson Batista – 01

       

      Não foram eleitos, mas tiveram uma expressiva votação em Patrocínio, os seguintes candidatos a deputado estadual:

      Gustavo Brasileiro – 15.015

      Marcilene Jacinto – 10.351

      Arnaldo – 630

      Ana Dornelas – 560

      Lerin – 523

      Agente Penitenciário Macedo – 405

      Fábio Mozelli – 371

      Rosimere Malagoli – 362

      Adriano Pimenta – 247

      Marli Ribeiro – 235

      Silésio Miranda – 215

      Professor Neivaldo – 177

      Elmiro Nascimento – 134

      Leandro Neves – 107

       

      Além destes, quase duzentos candidatos obtiveram votação entre um e oitenta e seis votos em Patrocínio, mas não foram eleitos.

       

       


    • É hora de analisar friamente os reflexos das Eleições Gerais em Patrocínio
      08/10/2018 - 10:51:49


       

      Z|E|N

       

      Os dois candidatos patrocinenses apoiados pelo G40 não conseguiram se eleger.

       

      Dos 27.326 votos que Silas obteve em todo estado, 7.956 deles foi em Patrocínio.

       

      Muito pouco diante de toda estrutura oferecida…

       

      Marcilene Jacinto recebeu em Patrocínio 10.351 votos dos 13.990 que recebeu no estado.

       

      A tese da ‘campanha municipalista’ prevaleceu.

       

      Se olharmos apenas para o resultado obtido pela vereadora do PHS na terra rangeliana — o copo meio cheio — até que sua performance não foi de todo ruim. Mas no fundo esperava-se mais.

       

      A de Silas Brasileiro — conforme o MAISUMONLINE analisou AQUI — decepcionou por completo!

       

      Muito pouco para uma movimentação que envolveu o apoio direto e pessoal do prefeito Deiró, do secretário de Obras, Jorge Marra — e demais secretários municipais — e contou com o aporte de 7 vereadores da base: Fabinho Gasolina, Salitre, Balila, Neusa Mendes, Roberto Margari, Valtinho do Jandaia e Joel de Carvalho.

       

      Mas, porém, todavia, contudo e entretanto, é bom frisar que a candidatura de Marcilene cumpriu uma função delicada e estratégica no universo político local.

       

      ‘Desidratou’ sobremaneira a campanha de Gustavo Brasileiro no município.

       

      Em verdade, é verdade, o filho do Reverendo Roberto Brasileiro perdeu um bom número de votos na cidade com a entrada da vereadora do PHS no páreo.

       

      Dentre mortos e feridos, na mexida do tabuleiro político da paroquiana e paroquial paróquia mel rangeliana, a cadeira de Deiró Marra na ALMG ficará intacta por mais 4 anos.

       

      Para finalizar, é bom ressaltar também que a soma dos votos de todos os candidatos federais ou estaduais DE PATROCÍNIO reforça o estudo defendido por este MAISUMONLINE e publicado no sábado (06).

       

      Em se tratando de ‘Eleições Gerais’, tradicionalmente apenas metade do eleitorado rangeliano dedica seu vota a candidatos da terra.

       

      É só usar a calculadora…

       

       


    • Projeto político de Gustavo Brasileiro deve passar por processo de maturação
      08/10/2018 - 10:24:48


       

      Z|E|N

       

      Rompido com o G40, o vice-prefeito Gustavo Brasileiro, fez uma campanha para deputado estadual cercada de grandes expectativas.

       

      Nominado de ‘campanha do bem’, o movimento conduzido por Gustavo por diversas cidades, onde manteve contato com diversas lideranças — a maioria evangélicas — quase sempre ao lado do pai, o Reverendo Roberto Brasileiro.

       

      Porem, abertas as urnas, o resultado não foi bem o que o jovem Brasileiro e seus correligionários almejavam.

       

      Em Patrocínio, GB obteve 15.015 mil votos, mais da metade dos votos recebidos em outras cidades, somando 28.997 no total.

       

      No frigir dos ovos, Gustavo ficou com a primeira suplência do partido e dificilmente ocupará uma cadeira na ALMG.

       

      Convictos, analistas políticos locais afirmam que, com a eleição de Greyce a Câmara Federal, Gustavo seria o ‘candidato natural’ a prefeito de Patrocínio apoiado pelo grupo de oposição a Deiró Marra.

       

      Nos bastidores da política mel rangeliana comenta-se que a candidata a vice de Gustavo já estaria, inclusive, escolhida… é a ex-vereadora Marly Ávila.

       

      Vamos aguardar os acontecimentos..!

       

       


    • Vereadores que apoiaram candidatos ‘de fora’ não tiveram bons resultados
      08/10/2018 - 9:51:10


       

      Z|E|N

       

      Conforme o MAISUMONLINE noticiou anteriormente, dos 15 vereadores que compõem a Egrégia e Augusta Casa de Leis rangeliana, 6 deles apoiaram candidatos de outras plagas, vários deles com uma folha de serviços em benefício de Patrocínio.

       

      A seguir, o resultado final deste apoiamento.

       

      Adriana de Paula (PV) não logrou êxito com os dois candidatos que apoiou. Lerin (estadual) não se elegeu e Renato Andrade (federal) também não conseguiu uma vaga.

       

      Pastor Alaércio (PHS) ficou no ‘meio a meio’. Noraldino Júnior (estadual) foi eleito mas Nelquiades Madureira (federal) não conseguiu se eleger.

       

      Dr. Ari (PSDB) também ficou no meio a meio. Luis Humberto (estadual) está eleito mas Renato Andrade (federal) não logrou êxito nas eleições.

       

      Raquel Rezende (PSB) também ‘deu com os burros n’água’. Nem dr. Arnaldo (estadual) e nem Aelton Freitas (federal) se elegeram.

       

      Rogério Nelis (PMN) também dançou no apoio a Jorge Periquito (estadual) e Toninho Andrade (federal).

       

      O vereador e presidente da Câmara Thiago Malagoli foi o único que fez barba, cabelo e bigode. Apoiou a dobradinha Elismar Prado (estadual) Uelinton Prado (federal) e teve seus dois candidatos eleitos.

       

       


    • Onda laranja na reta final coloca Romeu Zema como favorito no 2º turno
      08/10/2018 - 9:28:52


       

      Contrariando todas as expectativas, o empresário Romeu Zema, do partido Novo, cravou neste domingo (7) sua participação no segundo turno da corrida eleitoral mineira.

       

      O nome de Zema só começou a ser percebido nos últimos cinco dias, depois que ele participou de seu único debate na televisão, na última terça-feira.

       

      A campanha do estreante foi no corpo a corpo e custou R$ 887 mil, cerca de oito vezes menos que a de Pimentel (R$ 7 milhões) e quase 13 vezes mais barata que a de Anastasia (R$ 11,28 milhões). Os números são da base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

       

      Foram mais de 170 cidades visitadas. Em tempos de campanha pela internet, Zema usou o meio digital, mas não se esquivou da velha maneira de fazer campanha: conversas com prefeitos, eleitores e empresários.

       

      Além de ter conseguido a maior exposição de toda a sua campanha, já que tinha apenas seis segundos de propaganda eleitoral, Zema ganhou notoriedade no debate da Rede Globo. Criticou o número excessivo de impostos, o ICMS, a ‘salgada’ conta de luz e o grande número de assessores, secretários, auxiliares e ajudantes aos quais a classe politica tem direito.

       

      De quebra, pediu votos para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

       

      Sobre o apoio ao capitão da reserva no segundo turno, Zema disse que, a partir desta segunda-feira (8), o diretório do partido vai começar a tratar do assunto. Como já havia dito em outras ocasiões, o empresário de Araxá voltou a reforçar que não deve se aliar ao PT. A declaração sinaliza que Zema pode, inclusive, subir no palanque com Jair Bolsonaro.

       

      ( Com informações d’O Tempo )

       

       


    • Involução eleitoral de Silas Brasileiro assusta correligionários e apoiadores
      08/10/2018 - 8:46:32


       

      Z|E|N

       

      A desidratação eleitoral por que passou o empresário Silas Brasileiro nestas eleições foi algo assustador.

       

      Ex-prefeito de Patrocínio 1988/1992, Brasileiro se solidificou com deputado federal nas Eleições Gerais de 1994, se mantendo no podium por 3 mandatos consecutivos.

       

      Em 2006, porém, não conseguiu se reeleger, ficou na suplência e ocupou a cadeira de deputado devido a cassação de Juvenil Alves, por abuso na captação de recursos para a campanha e gastos ilícitos, com uso de caixa 2.

       

      De lá pra cá, Brasileiro mostra uma involução eleitoral impressionante.

       

      Em 2006, recebeu 69.270 votos, dos quais, pouco mais de 19 mil em Patrocínio; Nas eleições de 2010, 62.998 votos, sendo 13.452 em Patrocínio. Nas eleições de 2014, Silas somou 55.767 votos em todo Estado e 14.963 em Patrocínio.

       

      Agora, nas Eleições 2018, a queda foi ainda mais impressionante.Silas Brasileiro recebeu em todo estado de Minas Gerais exatos 28.905 votos.  Em Patrocínio, o presidente do CNC obteve apenas 7.956 votos.

       

      Analistas políticos locais, apoiadores, correligionários e admiradores esperavam mais, muito mais…

       

       


    • 1° TURNO: Confira os votos dos candidatos patrocinenses nas Eleições 2018
      08/10/2018 - 0:47:22


       

      Z|E|N

       

      Dos 9 candidatos genuinamente patrocinenses, apenas Greyce Elias foi vitoriosa nestas Eleições.

       

      A candidata do Avante se beneficiou pela votação expressiva do advogado André Janones (178.660 votos) e alcançou a vaga de deputada federal.

       

      Alias, cabe lembrar que a presença de um patrocinense na Câmara Federal estava ‘em aberto’ desde que Silas Brasileiro não foi mais eleito, nas Eleições de 2006.

       

      A evolução eleitoral da filha do Dr. Elias José Abrão Neto e da ex-vereadora Marta Elias é emblemática.

       

      Em 2010, debutando na política local, foi eleita vereadora com 854 votos. Em 2014, candidata a deputada federal, Greyce obteve 11.655 votos em todo o estado.

       

      Nas eleições municipais de 2016 candidatou-se a prefeita e abocanhou 15.527 votos, ficando na segunda colocação no pleito que sufragou Deiró Marra prefeito da terra rangeliana.

       

      DEPUTADO FEDERAL

      Greyce Elias – 37.620 votos.

      Silas Brasileiro – 27.326 votos

      Escritor Wilson Mello – 1.855 votos

       

      DEPUTADO ESTADUAL

      Gustavo Brasileiro – 28.997 votos

      Marcilene Jacinto – 13.990 votos

      Agente Macedo – 1.106 votos

      Ana Paula Dornelas – 1.051 votos

      Fábio Mozelli – 752 votos

      Rosimeire Malagoli – 410 votos

       

      Os votos correspondem a votação obtida em todo estado. Aguardem a divulgação específica das urnas de Patrocínio.

       

       

       


    • Seis dos 15 vereadores desta legislatura vão apoiar candidatos ‘de fora’
      06/10/2018 - 10:54:25


       

      Z|E|N

       

      Segundo dados do Cartório Eleitoral, Patrocínio conta hoje com um colégio de 64.272 eleitores.

       

      Tradicionalmente, retirando-se os votos brancos, nulos e abstenções (e este índice tende a aumentar muito este ano), metade destes eleitores vota em candidatos de outras plagas, os famosos ‘paraquedistas’.

       

      Este levantamento do MAISUMONLINE teve como base as 3 últimas Eleições Gerais, 2006, 2010 e 2014.

       

      Se esta expectativa se repetir neste pleito, tudo leva a crer que os candidatos rangelianos vão continuar a disputar — palmo a palmo, centímetro por centímetro –, algo em torno de 25 mil votos.

       

      Esta teoria inclusive é facilmente demonstrada pelo posicionamento e o apoio político bastante eclético que permeia os vereadores que compõem atualmente a Egrégia e Augusta Câmara Municipal de Patrocínio.

       

      Com base em informações de informais informantes e em publicações em perfis do Facebook, Instagram e grupos do wattsapp, o MUOL apurou que 6 dos 15 vereadores desta legislatura estão apoiando candidatos de outras plagas, vários deles com uma folha de serviços em benefício de Patrocínio. Os demais apoiam candidatos ‘da terra’.

       

      Adriana de Paula (PV) – Lerin (estadual) – Renato Andrade (federal)

      Pastor Alaércio (PHS) – Marli Ribeiro (estadual) – Nelquiades Madureira (federal)

      Dr. Ari (PSDB) – Luis Humberto (estadual) Renato Andrade (federal)

      Raquel Rezende (PSB) – dr. Arnaldo (estadual) Aelton Freitas (federal)

      Rogério Nelis (PMN) – Jorge Periquito (estadual) – Toninho Andrade (federal)

      Thiago Malagolli (PMB) – Elismar Prado (estadual) Uelinton Prado (federal)

       

      Professor Alexandre (PV) – Gustavo (estadual) e Greyce (federal)

      Panxita (PTB) Gustavo (estadual) e Greyce (federal)

       

      Fabinho Gasolina – Marcilene (estadual) Silas (federal)

      Salitre (PPS) – Marcilene (estadual) Silas (federal)

      Balila (PHS) – Marcilene (estadual) Silas (federal)

      Neusa Mendes (PTC) – Marcilene (estadual) Silas (federal)

      Roberto Margari (PSC) – Marcilene (estadual) Silas (federal)

      Valtinho do Jandaia (PHS) – Marcilene (estadual) Silas Brasileiro (federal)

      Joel de Carvalho (PP) – Marcilene (estadual) Silas (federal)

       

      Vamos aguardar os acontecimentos..!

       

       


    • Tribunal Superior Eleitoral libera eleitor para votar com camiseta de candidato
      06/10/2018 - 9:04:19


       

      Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta sexta-feira (05) orientar a Justiça Eleitoral a liberar o uso de camisetas de candidatos pelos eleitores nos locais de votação neste domingo (7), primeiro turno das eleições.

       

      A decisão recomenda que o uso da camiseta deve ser como forma de manifestação individual. Está proibida a aglomeração de pessoas com vestuário padronizado, além de manifestações coletivas e ruidosas e qualquer tipo de abordagem, aliciamento ou persuasão de eleitores.

       

      De acordo com o MPE, a lei eleitoral proíbe a distribuição de material de campanha no dia da eleição, como adesivos, broches, adesivos, mas a norma é omissa sobre o vestuário do eleitor.

       

      Neste domingo (7), os eleitores votam, em primeiro turno, para presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. O segundo turno será no dia 28 deste mês.

       

      ( Com informações da Agência Brasil )

       

       


    • Facebook fecha acordo com CONMEBOL para transmitir Libertadores no Brasil
      06/10/2018 - 8:55:59


       

      Através de um acordo com a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), o Facebook ganhou a permissão para transmitir os jogos da Copa Libertadores entre 2019 e 2022 em 10 países sul-americanos, incluindo o Brasil.

       

      Na negociação, o Facebook pode fazer a transmissão de um jogo toda quinta-feira para os 10 países inclusos no pacote: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

       

      A rede social também vai poder transmitir um jogo nas terças ou quartas para países de língua espanhola.

       

      Segundo comunicado da Confederação, ainda haverá outros anúncios de parceiros para transmissão na América Latina.

       

      Ao todo, serão transmitidos 27 jogos às quintas com exclusividade na rede social (os quais serão os transmitidos aqui no Brasil). Outros 19 serão os transmitidos nos outros dias, sem exclusividade.

       

      A rede social também direito de transmitir resumos e destaques das partidas.

       

      Atualmente, o Facebook transmite a Liga dos Campeões, após fechar parceria de conteúdo com a Fox.

       

       


    • Cenário: Bolsonaro tem 37,2% contra 18,4% de Haddad em Minas Gerais
      05/10/2018 - 11:20:47


       

      O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, cresceu dez pontos percentuais e atingiu 37,2% das intenções de voto entre os eleitores mineiros.

       

      Os números são da Pesquisa DataTempo/CP2 realizada entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro.

       

      Foram entrevistadas 1.800 pessoas em 68 municípios. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos.

       

      Confirmando a polarização da disputa, o candidato do PT, Fernando Haddad, se isolou na segunda colocação, com 18,4%.

       

      De acordo com o levantamento, Ciro Gomes (PDT) caiu de 9,6% de intenções de voto na pesquisa anterior para 6,7% e agora está tecnicamente empatado com Geraldo Alckmin (PSDB), que registrou 6,1%.

       

      Marina Silva despencou de 7,2% para 4,1% e João Amoêdo oscilou dentro da margem de erro de 2,8% para 3,4%.

       

      VOTOS VÁLIDOS

      Considerando apenas os votos válidos, Jair Bolsonaro alcança 46,2% da preferência dos eleitores mineiros. O petista Fernando Haddad atinge 22,9% nesse quesito.