02/06/2019

Tava ruim, mas parece que piorou

Z|E|N

A estratégia do menino Neymar em divulgar um vídeo nas redes sociais contendo prints das conversas e fotos íntimas da garota que o acusa de estupro pode piorar ainda mais a situação do jogador.

Como o material contém fotos da moça nua ou seminua, o caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

É que divulgar imagens íntimas na internet sem consentimento das partes envolvidas é crime, e a pena prevista é de até cinco anos de prisão.

No Instagram oficial do jogador do PSG e da seleção do Tite, o vídeo já superou a marca de 19 milhões de visualizações.