18/04/2019

T’boto A’gitonga agora quer cobrar tarifa do MAISUMONLINE por previsões feitas

Z|E|N

O índice de acertos do MUOL em diversas previsões publicadas pode ter um fim.

Em mensagem enviada no final da noite de ontem, o curandeiro africano T’boto A’gitonga informou ao MUOL que, doravante, vai cobrar uma ‘tarifa fixa’ por cada previsão enviada ao site.

Questionado do motivo da medida, T’boto argumentou que a questão envolve sua sobrevivência financeira… Homem primata, capitalismo selvagem, diria Titãs.

O preço da erva aromático/alucinógena usada para atingir o nirvana e ter acesso as visões teve alta estratosférica no mercado paralelo africano, informou o enigmático xamã.

Outra justificativa é que a African Wild Animals Society Protection (Sociedade Protetora dos Animais Silvestres Africanos) multou o curandeiro por usar um chifre de gnu albino como cachimbo. O animal é qualificado como espécie em extinção da savana africana.

Os departamentos financeiro e jurídico do MUOL estão analisando as questões.