28/11/2019

Tecnologia vai reforçar o CAP em 2020

Z•E•N
Além da qualidade da comissão técnica contratada, diretoria do Clube Atlético Patrocinense decidiu investir pesado em tecnologia para a temporada 2020.

Primeiro, qualificou o elenco e trouxe um dos melhores preparadores físicos de MG, o experiente Luiz Carlos Caldiron.

Aliado a isso, o CAP 2020 se programou para evitar aquelas lesões que tanto comprometeram o rendimento do elenco em 2019.

Além de mapear com antecedência os jogadores mais experientes que foram contratados, a diretoria apostou na juventude, revelou ao MUOL um dos diretores grenás.

“Muitos jogadores contratados tem uma média de idade de 23 anos. São jovens, mas são vitoriosos. Sofremos muito nos últimos anos com um elenco ‘velho’ e com problemas físicos.” – sintetizou.

E a tecnologia computadorizada também estará no campo de jogo, monitorando os atletas.

“Adquirimos a licença de um chip que mapeia os jogadores durante os jogos e acusa o risco de lesão. Não podemos mais trabalhar na base do ‘achômetro’. Temos a obrigação de nos profissionalizar.” – contou o diretor ao MUOL.