27/01/2007

2 FUGAS EM 4 DIAS: CADEIA É BOMBA RELOGIO

A cadeia municipal está assim: pela terra (escavando túneis) ou pelo ar (quebrando a laje e arrancando as telhas) os presos saem por qualquer lugar. Na manhã deste sábado, 27 não foi diferente. Nove detentos escavaram um túnel, ganharam o pátio interno, pularam o muro e ‘enfim, a liberdade’… A valorosa PM está no encalço dos fugitivos. Suspeita-se que alguns estejam escondidos nas imediações do bairro Santo Antônio.
Há 4 dias (terça-feira, 23), outros 9 detentos (3 deles participaram da fuga de hoje) também lograram êxito em outra escapada mas, rapidamente, graças a um serviço de inteligência da PM, foram reconduzidos ao colchão de cimento do pensionato público.
Em avançado estado de decomposição, o prédio da cadeira municipal é uma bomba relógio prestes a explodir. Com capacidade para 40 detentos, o prédio abriga + de 100 presos em precárias condições.