01/04/2014

29ª SRE apresenta resultados positivos em avaliação estadual

A Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais implantou no ano de 2000 o Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública – SIMAVE, responsável pelo desenvolvimento de programas de avaliações institucionais, com a finalidade de produzir informações importantes para o planejamento de ações em todos os níveis do sistema de ensino.

Em 2005, o SIMAVE desenvolveu o Programa de Avaliação da Alfabetização – PROALFA, que verifica os níveis de alfabetização alcançados pelos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, da rede pública, sendo censitária no 3º ano.

Os resultados dessa avaliação são usados para embasar as intervenções necessárias no processo de alfabetização/letramento dos alunos, proporcionando desta forma, instrumentos que as escolas podem utilizar para concretizar a diretriz que garante o direito da aprendizagem, em que toda criança esteja lendo e escrevendo até os oito anos de idade.

Na série 2006-2011 histórica do Programa de Avaliação da Alfabetização – PROALFA a Superintendência Regional de Ensino de Patrocínio ocupou o último lugar entre as 47 regionais de ensino, conseguindo crescer significativamente no ano de 2012, sexto ano de execução do PROALFA, mantendo em linha ascendente em 2013 com crescimento real de 17,6 superando, pela primeira vez na série história do PROALFA, as metas estabelecidas pela Secretaria estadual com a proficiência de 610,4.

Resultado de Patrocínio

A evolução do desempenho recomendável de 2006 para 2013 na SRE/Patrocínio foi de 49,8%, enquanto que, de forma extremamente significativa, a evolução da proficiência entre 2006.

Tais resultados evidenciam uma política pública educacional, realizada por professores e trabalhada com alunos individualmente, oferecendo mais atenção com ações interventivas pedagogicamente, àqueles alunos cujas habilidades pertinentes à alfabetização e letramento não tenham sido devidamente consolidadas.

Segundo o Superintendente Regional de Ensino, João Marques dos Santos, “ os resultados são altamente positivos em todos os aspectos e é fruto do trabalho dos professores na sala de aula”, destaca.

O foco da ação interna na sala de aula concentra-se na busca pela consolidação do conjunto de competências e habilidades do ciclo da alfabetização, alternando práticas de intervenção pedagógica proporcionais às dificuldades e avanços que os alunos vão apresentando no decorrer do processo de aprendizagem.

A Superintendência de Patrocínio vem assessorando constantemente as escolas na gestão pedagógica da sala de aula, contribuindo na formação continuada dos professores e no monitoramento cadenciado da evolução do processo de ensino e aprendizagem.

Os professores do ciclo da alfabetização possuem o mérito pelo sucesso nos avanços obtidos no PROALFA desta regional, juntamente com a equipe de analistas educacionais da Superintendência/Patrocínio, que atuaram no Programa de Intervenção Pedagógica – Alfabetização no Tempo Certo, realizando o monitoramento e suporte técnico e metodológico na rede pública de ensino.

Números

Segundo o professor João Marques dos Santos, nos sete municípios de abrangência são atendidos cerca de 40 mil alunos com aproximadamente 1.800 servidores. Segundo dados divulgados pela Superintendência a pontuação do primeiro a sexto lugares ficou assim constituído.

E.E. Honorato Borges 1º – E.M. João Beraldo 2º- Cassimiro de Abreu 3º – CAIC (Serra Negra) 4º – Francisco Alves Pereira (D. Silvano) 5º e Afrânio Amaral (Macaúbas) 6º lugar. Segundo João Marques todas as escolas apresentaram acima de 600 pontos, o que representa que o aluno do 3º sabe ler e escrever corretamente.

(Luiz Cabral/Difusora)