14/06/2010

Acarpa comemora sucesso do 10º Fórum sobre Mercado e Política de Café

A Acarpa – Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio e a Federação dos Cafeicultores do Cerrado realizaram no dia 11 de junho o 10° Fórum sobre Mercado e Política de Café, no Centro de Excelência do Café do Cerrado, em Patrocínio, Minas Gerais.

A escolha da época de realização do evento tem característica estratégica, no início da safra, tendo como objetivo principal, dar uma visão geral de mercado e políticas para a safra a ser colhida.

Durante a programação foram abordados relevantes temas relacionados ao Agronegócio Café. Palestrantes de renome nacional trouxeram informações setoriais do Brasil e do mundo, num comparativo que realça os pontos positivos, para serem divulgados e aproveitados no mercado globalizado e de alta competitividade. Todas as informações visam a melhoria do setor e a capacitação do cafeicultor para que use as informações repassadas.

Sérgio Tristão, que representa a terceira geração da família à frente das empresas Tristão Cia de Comércio Exterior, que este ano comemora 75 anos de atividades nos negócios do Café, falou sobre o Cenário Internacional e as alternativas do Brasil no mercado de café.

Gil Carlos Barabach, economista que faz parte da divisão de consultores do Grupo Safras & Mercado, apresentou um panorama sobre as Perspectivas do Mercado de Café.

O deputado federal Silas Brasileiro, administrador e produtor rural, com um longo currículo, que há longos anos abraça o agronegócio de uma maneira muito especial, apresentou o Novo Perfil da Cafeicultura Brasileira.

Encerrando o ciclo de palestras, o Economista chefe do Banco Citibank Marcelo Kifouri Muinhos, falou sobre a economia do Brasil com a palestra: Existe Crescimento Sem Risco? No final, Marcelo Muinhos apresentou algumas projeções macroeconômicas referente ao crescimento real do PIB, inflação, taxas de juros, riscos e oportunidades.

Como risco externo, a projeção é a normalização das políticas monetária e fiscal e como risco doméstico, a eleição presidencial, política fiscal, inflação e crescente déficit em conta corrente. Como oportunidades citou a Copa do Mundo (2014), Olimpíadas (2016), Minha Casa Minha Vida e Pré-sal.

Na oportunidade, o Presidente da Acarpa, Marcelo Queiroz, informou aos presentes sobre a mais recente conquista do cerrado com a implantação de uma Estação de Avisos Fitossanitários no Centro de Excelência, a qual emitirá boletins mensais de clima e controle de pragas e doenças.

Queiroz agradeceu publicamente ao deputado federal Silas Brasileiro que envidou esforços ainda como Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de Minas Gerais, para que o cerrado fosse contemplado com a Estação de Avisos.

Agradeceu também ao superintendente Federal de Agricultura em Minas Gerais, Antônio do Vale Ramos que viabilizou a montagem da estação em nosso município e finalmente ao professor Antônio Wander Rafael Garcia, engenheiro agrônomo que atua junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Fundação Procafé, na cidade de Varginha/MG. o qual acompanhou os estudos de viabilidade e implantação da mesma.

Encerrando as atividades do Fórum, a empresa Dragão Sol realizou demonstração de máquinas no cafezal próximo ao Centro de Excelência e sorteou entre os presentes uma Derriçadeira de café Shindaiwa. O ganhador foi o produtor Amarildo Francisco Maranhão, da Fazenda Esmeril.

Em entrevista à imprensa local e na palestra, Silas Brasileiro ressaltou a importância da realização de um planejamento da cafeicultura. “ Acreditamos que somente com o conhecimento de nossa atividade, de nossos concorrentes e com uma visão do mercado consumidor global, teremos a base para a realização de um planejamento da cafeicultura, que proporcione a estrutura suficiente para a construção e desenvolvimento de uma economia caffeeira sustentável. Para isso, é necessário que governo e setor privado trabalhem em sintonia, com este foco.”

“De nossa parte, queremos contribuir através da promoção do diálogo e convencimento, mostrando ao governo com argumentos técnicos, a altíssima importância social e econômica da cafeicultura, e a necessidade de adoção de políticas para o desenvolvimento do setor. Esta sempre foi e continuará sendo a nossa linha de trabalho, em favor dos milhares de produtores de café que contribuem diariamente para desenvolvimento econômico e social de nosso país.” – finalizou Silas.

Veja fotos do evento no site www.patrociniovip.com.br

ASCOM – Acarpa