02/10/2011

ACARPA realizou com sucesso o 19° Seminário do Café

Com representantes de todo Sistema Café da Região do Cerrado Mineiro, produtores, lideranças, autoridades e profissionais ligados à produção e comercialização de café foi que ocorreu o 19° Seminário do café da Região do Cerrado Mineiro em Patrocínio entre os dias 27 e 30 de setembro.

Mantendo a tradição, na noite de terça-feira (27), foi realizado o “Churrasco de Negócios”, uma forma diferente de aproximar o produtor do expositor em uma ambiente descontraído. O evento contou com a apresentação da Banda O BERÇO e da dupla Cássio Facury e Leon.

A abertura do evento aconteceu na manhã da quarta-feira (28) e contou com a presença de várias autoridades federais, estaduais e municipais, com a presença de vários prefeitos da região. A mesa principal foi formada pelo anfitrião Marcelo Queiroz, presidente da ACARPA; Francisco Sérgio de Assis, Presidente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado; Deputado Estadual, Deiró Marra; Prefeito de Patrocínio, Lucas Siqueira, Coordenador Geral de Apoio às Câmaras Setoriais e Temáticas, Aguinaldo José de Lima; Gerente de Agronegócio do SEBRAE, Priscila Lins; Presidente da Câmara Municipal de Patrocínio, Alberto Sanarelli; Superintendente do MAPA em Minas Gerais, Antônio do Vale Ramos; Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Alves Nascimento, dentre outros.

Ainda na abertura, foi firmado convênio para a implantação do georefenciamento do café produzido em MG e a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre o Programa de Certificação do Estado “Certifica Minas” com o Programa de Certificação da Região do Cerrado Mineiro.

Durante os três dias do seminário representantes das cooperativas e associações discutiram diversos temas ligados à cadeia do café. Para impulsionar ainda mais as palestras, na tarde do dia 28 foi realizado o Painel Técnico com os temas: Poda, espaçamento e implantação da lavoura; Climatologia e suas influências na lavoura cafeeira e Variedades de café arábica para a Região do Cerrado Mineiro com os Professores Roberto Antônio Thomaziello, Rogério Remo Alfonsi e Luiz Carlos Fazuoli, respectivamente.

Na quinta feira (29) pela manhã foi realizado o Painel da cafeicultura Familiar e Mercado Internacional. O destaque foi da americana Laura Ann Sweitzer, que falou sobre o comércio justo como ferramenta de valor para o mercado de café e Marcel Thiago Madureira, que complementou o tema “comércio justo”. Em seguida Julian Silva Carvalho, Coordenador Técnico Estadual EMATER, falou do Programa “Certifica Minas Café” uma opção para o cafeicultor mineiro.

A tarde da quinta-feira foi reservada para a 2ª Rodada de Negócios, realizada com base na metodologia desenvolvida pelo SEBRAE. A Rodada superou todas as expectativas e reuniu produtores e empresas dos segmento de maquinário, implementos agrícolas e veículos utilitários da cidade de Patrocínio e do mercado nacional.

Na sexta-feira (30), foi realizado a última palestra técnica (Monitoramento Georreferenciamento de Pragas e Doenças do Cafeeiro) com os palestrantes Marcos Antônio Pimenta Menezes e Marcos Henrique (IAC).

Na sequência, A Federação dos Cafeicultores, representada naquele momento pelo Diretor Executivo, José Augusto Rizental e pelo Diretor de Marketing Juliano Tarabal apresentaram o Painel da Região do Cerrado Mineiro. O destaque foi na nova estratégia da Federação dos Cafeicultores do Cerrado em busca da Internacionalização da Marca Região do Cerrado Mineiro, com foco na forma de participação do produtor no novo mundo do café.

O painel contou com a participação de vários produtores, que debateram sobre a nova geração dos cafeicultores da Região do Cerrado Mineiro e a apresentação de Casos de Sucesso dentro do Painel Educampo – Sebrae.

O evento foi encerrado com a palestra motivacional do nadador Gustavo Borges, que agradou o grande público presente. Gustavo, traçou um paralelo entre o esporte e o mundo corporativo com a palestra “Atitude de Campeão”.

Ele explicou que o planejamento, dedicação, motivação, inovação e a definição de prioridades e metas são os fatores decisivos na carreira ou nos negócios. Com a ação solidária de arrecadar alimentos, a ACARPA cumpriu com seu papel social. Os alimentos arrecadados serão entregues às instituições filantrópicas da cidade de Patrocínio que farão chegar às famílias carentes da cidade.

Durante os três dias de seminário, várias palestras paralelas foram realizadas em uma sala especial, onde os expositores tiveram a oportunidade de promover seus produtos levando informações técnicas aos participantes.

Através da parceria entre a ACARPA e o Circuito Turístico Caminhos do Cerrado, a Praça de Alimentação foi um sucesso e agradou a todos que por ali passaram. Ao lado da Praça de Alimentação o SESI através do programa Cozinha Brasil proporcionou vários cursos de preparação de alimentos, ensinando como preparar alimentos aproveitando ao máximo o sabor e os nutrientes dos alimentos.

Na análise conjunta dos participantes da feira, os objetivos foram alcançados. As palestras promovidas proporcionaram a todos os participantes a troca de experiências e informações, além de esclarecimentos sobre políticas públicas de fomento à cadeia produtiva do café.

Marcelo Queiroz, Presidente da Acarpa, destaca que o evento foi extremamente positivo e que todas as expectativas foram superadas. “O evento teve uma significativa participação de público e contou com um grande número de cafeicultores, que acreditam no futuro, com uma visão promissora de reconhecimento pelo pioneirismo e empreendedorismo.“ – ressalta.

Nesta edição uma das novidades foi a ampliação e a mudança no layout da feira. “Nossa preocupação foi promover a integração entre as empresas de maquinários com as empresas do setor interno da feira. E ao final do evento, percebemos que esta mudança foi totalmente aprovada tanto pelos expositores como pelos visitantes.” Complementa.

Rosângela Lima Reis – Assessora de Comunicação da Acarpa e Coordenadora do Seminário do café