11/08/2014

Acidentes têm tirado vidas na faixa etária altamente produtiva

De acordo com dados de Seguradoras ligadas ao DPVAT, no primeiro trimestre de 2014, a maior incidência de indenizações pagas foi para vítimas entre 18 e 34 anos, representando 51%.

A predominância nesse total foi de vítimas do sexo masculino, com 40%.

Fernando Diniz, presidente da ONG Transitoamigo, acredita que um dos principais fatores para a grande incidência de acidentes envolvendo jovens é a mistura entre direção e bebidas alcoólicas, além da falta de atenção e imprudência.

Segundo a coordenadora do curso de enfermagem do UNICERP, Ângela Lage, vidas estão sendo perdidas no momento em que estão mais produtivas e próximas de constituir uma família.

Recentemente, a professora coordenou um trabalho de monografia de um aluno do Centro Universitário do Cerrado Patrocínio, que apresentou dados alarmantes quanto às mortes violentas registradas na cidade.

O quadro apontou que Patrocínio está em 49º lugar em Minas Gerais e em 996º lugar em âmbito nacional neste triste levantamento. Para Ângela Lage somente uma união de esforços pode mudar este quadro.

(Luiz Cabral/Difusora)