16/02/2011

Água negra. Problema da água de coloração escura no Morada Nova volta a acontecer

Além da profusão de buracos que torna intransitável a maioria de suas ruas, os moradores do Bairro Morada Nova voltaram a conviver na manhã desta quarta-feira (16.fev) com um outro problema crônico, a qualidade da água oferecida a população.

Ao abrirem as torneiras na manhã de hoje, moradores se depararam com o aspecto escuro da água, o que a torna imprópria para o consumo.

Uma moradora, que pediu para seu nome ser mantido no anonimato, temendo represálias, ligou para a redação do MAISUMONLINE. As fotos, tiradas a pouco pela nossa reportagem, comprovam a qualidade duvidosa do produto.

“Não há como lavar as roupas e principalmente o uniforme das crianças. Limpei o piso da casa hoje pela manhã e parece que ficou mais sujo ainda, além do cheiro horroroso. Tomar banho, nem pensar… Para fazer o almoço e consumir vou ter que pedir água mineral, um gasto que não está no meu orçamento… E o pior é que a gente paga em dia a conta, porque se não pagar eles cortam a água. A tarifa (que foi majorada em 15% no ano passado – grifo nosso) é a mais cara da região, mas o produto não presta.” – reclamou.

No ano passado, neste mesmo período, o problema enfrentado pelos moradores do Bairro Morada Nova e bairros adjacentes foi o mesmo. Na época, uma moradora chegou até a registrar queixa no Procon. Leia AQUI e também AQUI.

A justificativa oficial apresentada pelo Daepa é sempre a mesma, a alta incidência de ferro nas nascentes que abastecem os bairros contribui decisivamente para a turbidez da água, mas o engraçado é que o problema só ocorre em época de chuva…