19/10/2010

Ante ao marasmo do poder público, empresários se unem para pavimentar Rua Colômbia no Bairro Nações.

Em nota enviada a imprensa local e publicada no ‘Jornal de Patrocínio’ deste sábado (16.out) os proprietários das empresas Tratopel Tratores e Peças Ltda.; Flenimac Peças Agrícolas; Patrogás Comércio de Gás; Armazéns Gerais e Divino Moto Pista, informam, indignados, que contrataram uma empresa especializada em pavimentação asfáltica para solucionar um problema que se arrasta há mais de 3 anos: a pavimentação da Rua Colômbia numa extensão de apenas 120 metros. A via pública e de suma importância para as empresas.

‘Cansados de esperar por uma atitude do governo municipal, e de ouvir promessas ardilosas, vãs, tanto do Prefeito anterior quanto do Prefeito atual, nos unimos e assumimos a responsabilidade de pavimentar a referida rua, arcando com todos os custos.’ – diz a nota oficial.

No texto, os empresários manifestam sua indignação, ‘Não podemos nos esquecer, senhores dirigentes, que estas empresas geram aproximadamente 100 empregos diretos e que muitas pessoas que ali trabalham dependem de seus salários para prover o próprio bem estar e o de seus familiares; sem mencionar os impostos que são pagos religiosamente. Empresas tradicionais que há mais de 30 anos no mercado vêm servindo séria e honestamente toda região. Empresas que deveriam ser o orgulho de nossa cidade e ter o reconhecimento devido pelo poder público.’

O texto é incisivo, “Se continuarem dispensando tamanho descaso às nossas empresas geradoras de tantos empregos e de lucros aos cofres públicos, não estariam desmotivando alguns empresários, não estariam fazendo uma antipropaganda para o município, não seria um incentivo à transferência de sedes de algumas empresas para outras localidades e a desistência da instalação de outras empresas aqui no nosso município?”

“Sentimo-nos bastante preocupados uma vez que encontramo-nos inseridos em uma nova realidade econômica/financeira onde nosso município deverá ser o centro de investimentos em diversificadas áreas, logo devem se cuidar para que outros empresários também não se decepcionem tanto com as pessoas pelas quais lutaram, confiaram e deram seu apoio incondicional.” – finalizam, preocupados, os empresários.