10/02/2009

APARECIDA LAMENTA ESTADO CAÓTICO DA SAÚDE NA CIDADE

Caro José Eloi, gostaria de primeiramente parabenizar ao Mais Um por ter cedido espaço para a população patrocinense se manifestar quanto à atual administração, visto que todos os e-mails enviados aos demais jornais não são publicados.

Gostaria de aproveitar para manifestar minha insatisfação com o atendimento da farmácia municipal e com a falta de medicamentos que hoje se resume em um verdadeiro descaso com os pacientes.

Preciso montar um processo pra receber medicamento do governo pra minha mãe, que é portadora de artrite reumatóide e não tem condições de comprar a medicação prescrita pelo médico, pois o custo é muito alto e não temos condições financeiras para manter o tratamento dela.

A farmacêutica que orientava sobre os processos foi demitida. Não tem pessoal suficiente para fazer o atendimento e ainda tiraram uma farmacêutica, deixando os pacientes da farmácia prejudicados, pois a farmacêutica que atende, além de entregar remédios tem que orientar sobre os processos.

Essa situação deixou claro que a administração 23 não está visando melhor atendimento ao público como se falou tanto, e sim colocar na prefeitura pessoas destreinadas e sem experiência apenas por que elas trabalharam na campanha em troca de um emprego.

O que mais me assusta, é saber que o atual prefeito é um médico, bem conceituado e bem quisto pela população, e é exatamente por ser um médico que deveria se preocupar com a saúde pública, uma vez que agora, a saúde é responsabilidade sua.

Falaram tanto em renovação, mais até agora o que se vê é uma desorganização total. Falaram que não haveria perseguição e o que se vê são funcionários demitidos por expressar sua cidadania e o seu direito de escolher em quem votar.

Estou realmente revoltada com a situação, pois tiraram uma pessoa que me ajudou muito com a doença da minha mãe.

Aparecida Abadia Santos Nascimento
E mail: saparecidaabadia@yahoo.com.br