16/06/2014

Betinho articula aprovação das contas de Julio Elias, diz jornal

Em sua edição deste final de semana, na página 25, o prestigioso e prestigiado Jornal de Patrocínio publicou uma notícia que mexe com as estruturas da política mel rangeliana.

Segundo o Jotapê, o vice-prefeito Betinho estaria articulando pessoalmente, junto aos vereadores, uma forte campanha de bastidores para aprovação (em segunda votação) das contas de 2005 do ex-prefeito Julio Elias.

A justificativa usada por Betinho é simplória, “Eleição se ganha é na urna”. Mas o Jotapê registrou que a ação tem um só intuito, “uma futura composição política”. E a tese tem fundamento.

Enfraquecimento

Pessoas ligadas ao vice-prefeito informaram ao MAISUMONLINE.com.br que Betinho tem monitorado, através de pesquisas realizadas desde o início do ano, a situação político/eleitoral desta paroquiana e paroquial paróquia rangeliana.

A última medição mostrou que a atual administração registra um (desesperador) índice de rejeição de 78% junto ao eleitorado.

Betinho, virtual candidato da situação a prefeitura nas eleições de 2016, sabe, então, que a parada não será fácil. E para que possa ter chances reais daqui a dois anos precisa retirar do páreo (ou enfraquecer) seu maior adversário, Deiró Marra.

Mandato de segurança

Aprovando as contas de Júlio Elias, Betinho não estaria facilitando a presença do ex-prefeito nas eleições municipais de 2016. Júlio Elias tem nas costas diversos processos que o impedem de vislumbrar tal hipótese.

Mas facilitaria ao ex-prefeito registrar sua candidatura a deputado estadual ainda este ano e, de recurso em recurso – como ele sabe fazer muito bem -, levar seu nome nas urnas até o final da disputa.

E, nesta especial questão, um dos prejudicados é o atual deputado e candidato a reeleição Deiró Marra. Ele sabe que, com o ‘inchaço’ do seu partido (o PR), vai precisar de um caminhão de votos em Patrocínio para se reeleger.

E aí, sem o mandato na ALMG, Deiró Marra perderia, primeiro, sua competente assessoria parlamentar e, segundo, sua penetração ampla, total e irrestrita junto a mídia local. Ou seja, se transformaria num ‘cidadão comum’ para a disputa de 2016.

Cássio Remis

Outra candidatura que também sofreria um baque violento é a do vereador e presidente da Câmara, Cássio Remis dos Santos, que nesta sua gestão na presidência da Casa de Leis tem se mostrado, sobretudo, um ‘homem de grupo’.

Nunca é demais ressaltar que o lado PTB do governo Lucas Siqueira já tentou emplacar (sem sucesso) duas candidatura a ALMG, a do próprio Betinho e a do presidente da ACARPA, Marcelo Queiroz.

Com a presença de Julio Elias no páreo facilitada por Betinho (que faz questão de se auto-nominar também um ‘homem de grupo’), a eleição de Cássio Remis também teria suas chances diminuídas.

Comendo no cocho errado

Ao saber da campanha de Betinho para a aprovação das contas de Júlio Elias, Deiró Marra se reuniu, um a um, com os vereadores da sua base. E teve a confirmação que eles votarão em peso a favor do dr. JCEC.

Com um deles, a discussão foi áspera. “Você está ‘comendo no cocho errado’. Fechando as portas da sua casa pra mim.” – disse Deiró Marra, que recebeu a seguinte resposta, “Foi você quem fechou primeiro as portas da sua (casa) pra mim.”

Placar

É sempre bom lembrar que, em dezembro de 2013, dos 15 vereadores da Egrégia e Augusta Casa de Leis rangeliana, nove acompanharam o parecer prévio do TCEMG e REJEITARAM as contas de Júlio Elias.

São eles: Cássio Remis, dr. Ari, Marcilene Jacinto, Salitre, Fabinho Gasolina, José Renaldo, Adriana de Paula, Marly Ávila e dr. Marco Antônio.

Quatro vereadores – três deles da Comissão de Finanças e Orçamento – Greyce Elias, Thiago Malagolli e Carlos Alberto Silva (Carlão do Serra Negra), somados a Joel de Carvalho votaram contrários ao TCEMG, APROVANDO as contas de Júlio Elias.

Duas abstenções foram registradas, Bebé e Neusa Mendes.

Para se safar da condenação, Júlio Elias precisa que 10 dos 15 vereadores que atualmente compõem o Legislativo mel rangeliano votem CONTRA o parecer do Tribunal de Contas de Minas Gerais.

Pré-lista de candidato do PSL

Informações obtidas em Belo Horizonte pelo MAISUMONLINE.com.br dão conta que o nome de Júlio Elias e da empresária da beleza Marilene Discher constam de uma pré-lista de candidatos a deputado estadual do PSL para as eleições desse ano. A expectativa de votos depositada no dr. JCEC pelo seu partido é de 20 mil votos.

A de Marilene Discher – que tem perfil de vice-prefeita e coincidentemente realiza na esquina da rua Pinto Dias com Presidente Vargas (a 30 metros do QG político de Deiró Marra) um festivo e cheio de premiações ‘Quarteirão da Copa’ -, é bem menor, mil votos.

Segundo dados do Cartório Eleitoral da Comarca, o município de Patrocínio tem hoje, aptos a votar, um número estimado em 62.200 eleitores. Nas eleições de 2010, Deiró Marra obteve 36.527 votos em toda Minas Gerais e foi o único parlamentar do PR eleito.

Em Patrocínio, seu domicílio eleitoral, Deiró recebeu 15.029 votos. Segundo analistas da política local, regional e estadual, Marra terá que dobrar esta votação para garantir sua cadeira na ALMG a partir de 2015.