20/07/2010

Brasileiro usa menos cheque, e inadimplência cai para o menor nível em cinco anos

Os brasileiros estão usando menos cheques e, por isso, a inadimplência com essa forma de pagamento tem registrado quedas seguidas. Neste ano, a taxa atingiu o menor percentual para o primeiro semestre em cinco anos.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta terça-feira (20), 1,87% dos cheques descontados foram devolvidos entre janeiro e junho.

No mês passado, a inadimplência também registrou queda e fechou junho em 1,75% – menor percentual desde fevereiro de 2005. Em maio, do total de cheques emitidos pelos consumidores, 1,86% foram devolvidos.

Outras modalidades

Segundo os técnicos da Serasa, o consumidor tem preferido outras formas de pagamento que possibilitem parcelamentos maiores. “Os cheques pré-datados já não oferecem prazos de financiamentos tão alongados quanto outras formas”, dizem os economistas da instituição.

Por isso, embora a inadimplência dos consumidores de maneira geral esteja em ritmo crescente, a taxa de inadimplência com cheques está em queda, refletindo, assim, a mudança de preferência de financiamento do consumidor.

Para os analistas, a perspectiva é de que a inadimplência com cheques continue em queda neste trimestre. Eles esperam, porém, algumas pressões de elevação devido às compras para o Dia das Crianças e para as festas de fim de ano.

Compensações e devoluções

No acumulado do ano, foram quase 560,570 milhões de cheques compensados e mais de 10,503 milhões de devolvidos. Considerando apenas junho, de um total de 92,470 milhões de cheques compensados, 1,615 milhão foram devolvidos.

Portal Uol