22/09/2014

Candidatos vão disputar pouco + de 45 mil votos no município

Levando em conta o índice de votos nulos, brancos e abstenções registrado nas últimas eleições – que se somados atingem o patamar de 25% – tudo leva a crer que os candidatos que buscarem votos em Patrocínio vão disputar algo em torno de 46 mil votos.

Analistas políticos locais chegaram a esta conclusão levando em conta dois pontos. O primeiro é que as chamadas ‘eleições gerais’ tradicionalmente não despertam o interesse do eleitor. O segundo, o desalento político que tomou conta de todo país.

Expectativa alta

Pessoas ligadas a Deiró Marra afirmam que no QG político da Pinto Dias, 97 a avaliação é a de que o parlamentar patrocinense – que busca sua segunda reeleição – deverá obter no município algo em torno de 25 mil votos.

Caso isso aconteça, Deiró Marra vai ficar marcado na história política mel rangeliana como o primeiro candidato ‘da terra’ a receber um índice de aprovação popular histórico, mais de 50% dos votos válidos do município. Coisa que nem Romeu Queiroz nem Silas Brasileiro – em seus bons tempos – conseguiram.

Avaliando friamente os números, este ‘fenômeno pró Deiró’ não é difícil de acontecer. Nas eleições de 2010, somados, Deiró Marra e Romeu Queiroz – os dois candidatos genuinamente patrocinenses – obtiveram no município pouco mais de 21 mil votos. Na época, Patrocínio beirava os 59 mil eleitores e foram aproveitados 44.415 votos.

Sendo assim (e assim sendo) fica patente que metade do eleitorado rangeliano vota em candidatos da terra. A outra metade sempre opta em votar – por motivos diversos alheios ao nosso conhecimento – em candidatos de outras plagas. Como afirmou o filósofo Nófrin da dona Santinha, ‘O bom de Patrocínio é que aqui tem pouco patrocinense.’

Disputa interna

É bom registrar que o PR, partido de Marra, espera eleger de 3 a 4 representantes na ALMG. Numa avaliação inicial, Deiró é ‘cabeceira’, ou seja, faz parte do grupo de 9 candidatos com chances a assumir uma cadeira na ALMG.

Na lista dos ‘prováveis’ do PR – além de Marra – figuram alguns nomes de peso da política mineira, o que esquentou sobremaneira a disputa interna entre as lideranças.

Alem de Deiró Marra, a lista Vip do PR conta com nomes como Ademir Lucas (Ex-deputado estadual e duas vezes prefeito de Contagem); Ângelo Roncali (Ex-prefeito de São Gonçalo do Pará e atual superintendente geral da AMM); Danuza Bias Fortes (Ex-prefeita de Barbacena e ex-presidente da CASEMG); Gustavo Santana (Filho do ex-deputado e vice-presidente do BDMG, José Santana); Dr. José Orlando, o Tuta (Médico urologista, ex-prefeito de Passos e suplente de Deiró nesta legislatura); Léo Portela (Subsecretário de Estado e de Relações Institucionais e presidente do PR estadual); Tereza Navarro (Filha do deputado federal e ex-prefeito de Poços de Caldas, Sebastião Navarro, ocupava o cargo de subsecretária estadual de Política Urbana de Minas Gerais); Wagner Nascimento Júnior (filho do emblemático prefeito de Uberaba, Wagner do Nascimento – o Fuscão Preto).