11/02/2014

Fausto Amaral se lança oficialmente candidato a presidência da COOPA

Fausto Amaral da Fonseca, ex-vice-prefeito de Patrocínio gestão 2009/2012 anunciou oficialmente, na noite desta segunda (10) que vai ‘bater chapa’ com o ex-companheiro Renato Nunes pela presidência da COOPA.

Durante o encontro, realizado no auditório da ACARPA, Amaral revelou que 12 dos 19 conselheiros da Cooperativa estão marchando ao lado dele neste desafio. O vice de Fausto Amaral será o produtor Rural José Francisco Romão.

Mais de 100 pessoas ligadas diretamente a COOPA participaram da reunião. Dentre eles dois homens diretamente ligados ao governo Lucas e Betinho, o chefe de Gabinete Nelson Gonçalves Soares Filho e o novo secretário de Agricultura, Flávio Guimarães.

Na tarde de segunda-feira, Fausto Amaral teria se reunido com o prefeito Lucas Siqueira para falar sobre a sua candidatura a presidente da COOPA. Segundo informações, o ex-vice-prefeito recebeu palavras de incentivo por parte do alcaide.

Críticas

“Toda Cooperativa tem como principal princípio atender bem o cooperado. Infelizmente, a nossa cooperativa tem se distanciado deste princípio.” – pontuou Fausto, durante entrevista a mídia local.

Amaral disse que a maior insatisfação do cooperado é o mau atendimento, “desde o balcão, onde estão sendo praticados preços altos em insumos, máquinas e equipamentos, combustíveis, enfim, tudo.” – afirmou.

Segundo Fausto, até o coalho na Cooperativa está mais caro que nas outras lojas da cidade, “Se você pegar o princípio elementar de uma cooperativa ele diz que ela tem que abrir as portas para oferecer produtos e serviços com qualidade e num preço abaixo que o praticado no mercado. E ela não está conseguindo fazer isso, claro, por problemas de gestão.” – afirmou, revelando que a COOPA tem hoje uma dívida de 100 milhões de reais.

Auditoria

Durante a entrevista, Amaral salientou que, caso seja eleito, irá fazer uma auditoria na COOPA, “A meu ver uma auditoria teria que ser uma rotina, principalmente quando se está entrando nela. Você pega uma empresa deste tamanho, com todos os recursos materiais, financeiro e de pessoal… Eu tenho que saber disso, pra onde está indo esses recursos.” – contou.

“As vezes a palavra ‘auditoria’ é forte, nas entrelinhas mostra a intenção de descobrir se tem desvio de dinheiro. Sim, também descobre isso, mas descobre também as potencialidades da Cooperativa. Temos que fazer essa auditoria pra ter o diagnóstico correto para a ações que vamos desenvolver. Nós imaginamos uma série de coisas, mas temos que confirmar isso através da auditoria. Acredito que, se formos eleitos, vamos passar uns seis meses ali para conhecer, tomar pé da situação e ver o que precisa ser melhorado porque, aparentemente, a nossa Cooperativa precisa ser melhorada e muito.” – disse.

A COOPA realizará a Assembléia Geral Ordinária para eleição da nova diretoria no dia 23 de março, no Parque de Exposições Brumado dos Pavões, em Patrocínio. A 3ª e última convocação acontece às 10h.