19/01/2009

IMPRENSA PODERÁ SER DESATIVADA NO GOVERNO 23

Enquanto a Mesa Diretora da Câmara Municipal, legislatura 2009/2010, trata a imprensa local com a importância que ela carece e merece, informações dos bastidores da corte dão conta de que a Assessoria de Imprensa da prefeitura, nos moldes em que funcionava no (10) governo do 11, com quase 20 funcionários, carros e aparelhos de última generation, será desativada. Funcionários do setor aguardam somente o término do seu contrato, previsto para 31 de janeiro, para serem dispensados.

Pelo que se comenta, a importância a ser dada à imprensa local pelo governo 23 é menor que zero. “A intenção de Lucas & Fausto é fazer um governo de planejamento. Sem discurso, sem matérias pagas em jornal, rádios ou sites, mas com atos e ações que mudem para melhor a vida do patrocinense do campo e da cidade. Desse planejamento, infelizmente, a imprensa local não fará parte… Medida de economia. Lucas e Fausto acreditam que o povo vai ter a consciência que eles estão fazendo um bom trabalho, sem necessidade de marketing.” – disse um interlocutor.

Informações dão conta de que a empresa do publicitário Alberto Araújo, atualmente residindo em Goiânia, deverá ser contratada para prestar serviços na área de produção de vídeo, via nota fiscal. Os vídeos produzidos, provavelmente, vão ser exibidos na TVOV, que voltará ao ar em fevereiro, sob o comando de Antônio Augusto Machado.

No local da nababesca assessoria de imprensa de Julilias, na sala de imprensa ‘Flávio de Almeida’, funcionará apenas um humilde departamento de comunicação, composto de um editor de texto (que fará as vezes de fotógrafo), um produtor de áudio e um narrador, que obedecerá aos ditames da chefia gabinete. Especula-se que Benildo Borges, o Baby (Difusora) e Caio Correia (ex-Módulo) serão 2 dos três os contratados.