01/08/2014

Ministério Público Eleitoral autoriza candidatura de Silas

Depois de passar pelo dissabor de ver sua candidatura impugnada pelo Ministério Público Eleitoral, o ex-deputado federal Silas Brasileiro recebeu no final da tarde desta quinta (31) uma boa notícia.

Em decisão monocrática, o relator do processo que pedia a sua impugnação, Juiz Virgílio de Almeida Barreto, julgou improcedente a ação e DEFERIU – que quer dizer ‘autorizou’ – o registro da candidatura de Silas Brasileiro a sua 6ª eleição consecutiva desde 1996.

Concorrente

Em Patrocínio, seu domicílio eleitoral, Brasileiro terá como concorrente a vereadora Greyce Elias, que vai lançar oficial e festivamente sua candidatura no próximo dia 10. Curiosamente, Greyce faz parte da mesma coligação que Silas, ‘Minas pra você’, que reúne o PT / PMDB / PC DO B / PROS / PRB.

Sempre que a imprensa local tem a oportunidade de falar com Silas, ele faz questão de registrar uma enorme insatisfação por estas ‘investidas eleitorais’ protagonizadas por pessoas que, segundo ele (Silas), não têm chance real de eleição, mas se lançam com um único objetivo, atrapalhar sua votação no município.

Ontem, Ari. Hoje, Greyce

Em 2010, seu concorrente em era o médico e vereador José de Arimatéia, na época filiado ao PHS de Deley Despachante. O cardiologista obteve 5.440 votos. Agora, SB vai enfrentar justamente a filha da ex-vereadora Marta Elias, candidata a vice-prefeita na chapa de Deiró Marra por exclusiva indicação de Brasileiro.

À época, quem estava nos bastidores da campanha viu como Silas saiu queimado (e o PMDB esfacelado) do episódio, pois o educador Amir Nunes da Silva – que pleiteava a mesma vaga e tinha o apoio total e irrestrito da maioria dos filiados do PMDB local – foi inexplicavelmente preterido.

Dono de uma carreira política bastante profícua, Brasileiro foi prefeito de Patrocínio no mandato 89/92, Secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, deputado federal por diversos mandatos e atualmente comanda a Conselho Nacional do Café (CNC). Durante todo esse período, nunca escondeu de ninguém que quer encerrar sua carreira política como prefeito de Patrocínio.