20/02/2014

Município busca cumprir exigências quanto a aterro sanitário

Para o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Carlos Ibrahim Daura, cerca de 80% dos mais de 5 mil municípios do país, não conseguirão cumprir com as determinações e metas colocadas pelo governo federal quando o assunto é a adequação de lixões em aterres sanitários controlados.

Segundo ele, o governo federal coloca muitas responsabilidades para os municípios e oferece pouco ou pouquíssimo apoio para que as metas sejam cumpridas.

Ibrahim salienta, no entanto, que Patrocínio está cumprindo as determinações e dentro de um a dois anos, toda a determinação ambiental estarão sendo cumpridas pelo município.

“O principal objetivo nosso no momento é dar ao aterro sanitário atual as condições que as leis ambientais exigem, ou seja, que ele deixe de ser um lixão e passe a ser um aterro sanitário. Esse procedimento já está em curso, o procedimento já foi licitado mas leva algum tempo – creio de uma a dois anos – para que o nosso antigo lixão seja um aterro controlado.” – disse.

(L.S. Produções / MAISUMONLINE)