14/07/2010

Patrocinense André Paste é destaque nas pistas e na mídia nacional com ‘mashoups’ irreverentes

A matéria que está na FolhaTeen – suplemento da Folha de São Paulo – desta segunda-feira (12) – e que pode ser lida CLICANDO AQUI – começa assim:

“André Paste, 18, estava na casa da namorada quando encontrou uma coletânea de CDs da Bíblia, narrada pelo vozeirão de Cid Moreira.”

“O capixaba correu para o computador, passou as faixas para um programa de edição de áudio e começou a picotá-las. Adicionou instrumentais de dance music, vocais de funk e pronto. Saiu a divertida mixtape “Cid Moreira on the Dancefloor”.”

O texto da Folha, infelizmente, omite algumas informações. André Paste é, na verdade, o nome artístico de André de Almeida Paste, patrocinense, ex-aluno de destaque do CBNSP, filho de Jussara Paste e de Flávio José de Almeida.

Morando no Espírito Santo há mais de 8 anos, ele é conhecido como o prodígio dos “mashups”, o que numa tradução livre pode ser chamado de ‘mistureba’ – uma música criada a partir de outras duas (ou mais) que já existem, sendo que o mais comum é juntar o vocal de uma com o instrumental de outra. O diferencial é que, como o pai, André usa e abusa da irreverência!

André faz isso por diversão há quatro anos, desde que ouviu o disco de estreia de João Brasil, “Big Forbidden Dance”. Nesta semana o filho do editor do jornaldoflavioalmeida.com está no Projac da Rede Globo de Televisão, prestando consultoria para um novo personagem de ‘Malhação’ que será um craque em ‘mashups’. O sucesso do rapaz também pode ser resumido na quantidade de convites recebidos para tocar nas melhores casas noturnas do Brasil.

Ouça e veja – e entre de cabeça! – no rítmo de “Cid Moreira on the Dancefloor” CLICANDO AQUI. É bão demais, brimo!