30/06/2010

PR de Minas registra nova ata e se coliga com Anastasia

Depois de longo embate, a bancada federal do PR venceu a direção estadual do PR, comandada por Clésio Andrade. A legenda se coligará na majoritária e na proporcional com Antônio Anastasia (PSDB).

Numa solução híbrida do impasse, apesar da coligação majoritária que dará o minuto da legenda de propaganda ao PSDB, a Executiva Nacional liberou os dissidentes para apoiarem Hélio Costa (PMDB).

Clésio Andrade fará o anúncio hoje. O grupo de Valdemar da Costa Neto, majoritário na Executiva Nacional, derrotou o presidente Alfredo Campos e anulou as duas atas que saíram da tumultuada convenção de domingo.

Na convenção de domingo, houve fraude – 26 votos em urna contra 22 convencionais – e boletim de ocorrência policial. Uma nova ata foi elaborada por intervenção da Executiva Nacional e será registrada hoje, pela manhã, em um cartório em Brasília.

A reunião foi tensa e as negociações delicadas chegaram à porta do Palácio do Planalto com a participação do ministro Alexandre Padilha, das Relações Institucionais.

A bancada federal colocou na mesa a disposição de apoiar Dilma Rousseff (PT), mas deixou claro que se não aderisse ao chapão tucano – PSDB, DEM, PP e PRB – não conseguiria reeleger os sete parlamentares. Em qualquer outra chapa, na avaliação dos federais, o máximo que conseguiriam seriam três cadeiras.

A nova ata será encaminhada ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). A intervenção da Executiva Nacional atendeu à bancada federal, que reiterou a coligação com a chapa majoritária e proporcional de Antônio Anastasia.

Assim o PR integrará o chapão já fechado com o PSDB, o DEM, o PP e o PRB. Mas liberará os seus filiados a apoiarem quem quiser no estado.

Portal Uai