28/12/2010

Romeu Queiroz poderá assumir vaga do PSB na Assembléia Mineira

O empresário Romeu Ferreira de Queiroz poderá abocanhar uma vaga na ALMG para a próxima legislatura. Isso, se o governador Antônio Anastasia convidar um deputado eleito pelo PSB para compor o seu governo.

Segundo noticiaram alguns sites da cidade, o deputado Wander Borges (PSB), eleito com 62.810, votos será convidado para ser o secretário de Estado de Desenvolvimento Social. Oficialmente, o governador Anastasia vai divulgar seu secretariado nesta quarta-feira (29.dez) às 14 horas.

Caso isto aconteça Queiroz, que é o terceiro suplente da coligação, mas o primeiro suplente do PSB, assumiria uma cadeira na Assembléia Mineira. Uma recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determina que a vaga de suplente nas eleições de 2010 é do partido e não da Coligação.

Fora da política desde que foi derrotado nas eleições de 2006, no auge do escândalo do Mensalão, onde foi acusado de receber recursos de Marcos Valério e Delúbio Soares, Romeu Queiroz figura como réu na Ação Penal 470 – o Processo do Mensalão -, acusado de Corrupção Ativa, Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro. Se for julgado e condenado Queiroz poderá ter seu mandato cassado, dando (no bom sentido, lógico) lugar ao segundo suplente.