19/10/2010

Segundo secretário, laticínio ainda não se instalou em Patrocínio por falta de água

A Quatrelat, empresa do ramo de laticínios prometida pelo prefeito poderá não mais se instalar em Patrocínio. O motivo, segundo nos conta uma matéria do Dia News Noticias é que o terreno de 12 hectares, próximo ao Aeroporto, adquirido pela empresa não dá (no bom sentido, claro) a vazão de água necessária ao empreendimento.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Thiago Miranda, um outro terreno, localizado nas proximidades de São João da Serra Negra – local onde será construída a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) daquele distrito -, foi oferecido à empresa, mas foi vetado de imediato.

O motivo é simples, óbvio, básico até, o Serviço de Inspeção Federal (SIF) não libera a construção de empresas de alimentos ao lado de uma Estação de Tratamento de Esgoto. O interessante foi que o secretário informou que não tinha conhecimento dessa norma do SIF.

Diante do imbróglio, dois outros locais, que estão sendo avaliados pelos diretores, foram oferecidos ao laticínio. Segundo a matéria, Thiago Miranda não desiste, “Com certeza até no final do próximo ano a gente vai começar essas obras aqui, pois estou muito ansioso para que isso aconteça.”

O tempo passa, o tempo voa, e a lenda urbana da cabeça de burro enterrada na cidade continua mais viva e presente do que nunca…