17/07/2019

Sem saída…

Z|E|N

Talvez – e o MUOL frisa – TALVEZ, se funcionários da secretaria municipal de Trânsito, Segurança e Transportes visitassem Patos de Minas teriam uma exata noção do que é ‘sincronicidade semafórica’.

Na entrada da terra do Milho, Rua Major Gote, em ‘velocidade cruzeiro’ [40km/h] o sincronismo dos semáforos faz com que o motorista cruze o hipercentro patense sem parar em nenhum cruzamento.

Na entrada principal de Patrocínio, ou você acelera acima do permitido para alcançar os semáforos ‘abertos’ ou tem que parar em todas as esquinas do Rui Barbosa, do viaduto até a Faria Pereira.

Aí vem a pergunta: ‘É Patos de Minas que só tem uma entrada ou é Patrocínio que não tem saída?’