10/05/2010

Sintrasppa divulga ‘Nota de Repúdio’ a declarações de Cássio Remis na Câmara

O Sintrasppa, Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Patrocínio, enviou ao MAISUMONLINE na tarde desta segunda-feira (10), uma ‘Nota de Repúdio’ ao vereador e presidente do PSDC local, Cássio Remis.

O motivo da publicação foi a declaração do vereador durante a ordinária de 04/05 quando, ao justificar seu voto para uma Indicação ao prefeito pedindo mais prazo para que os servidores possam aderir ao novo Plano de Cargos e Salários, Cássio Remis sapecou,

“Voto a favor desta indicação em respeito aos servidores que são pessoas simples, agora o Sintrasppa deveria ser responsabilizado pela lambança que fez, pois induziu estes funcionários ao erro e não adianta fazer cara feia para mim, estou c…. e andando para este povo.”

Leia abaixo a íntegra da NOTA DE REPÚDIO

“O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Patrocínio/MG – SINTRASPPA. Vem a público manifestar repudio ao Vereador Cássio Remis dos Santos, pela forma leviana e vulgar que o mesmo vem utilizando na tentativa de desqualificar o Sindicato, em praticamente todas as sessões da Câmara Municipal, agindo como se fosse um super-vereador acima do bem e do mal, usa palavras de baixo calão, fala inverdades, desferindo seu veneno contra qualquer pessoa que não concorda com seu ponto de vista.”

“Ilustre Vereador encontre algo produtivo para ocupar seu tempo ocioso, esqueça o sindicato, para nos Vossa Excelência é um ser inexistente e insignificante e o que dispensamos ao ilustre vereador é o mais sincero e profundo desprezo.”

“Não impeça o sindicato de cumprir sua missão na defesa dos direitos e interesses dos servidores e aposentados municipais.”

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Patrocínio – SINTRASPPA, CNPJ 22.238.901/0001-59, com registro nº. 46000.004249/95 do Ministério do Trabalho, publicado no D.O.U. em 18/09/95, Seção I, Pagina 14373, Lei de Utilidade Pública Municipal Nº. 2.557/93.

Patrocínio/MG, 10 de Maio de 2010.”