16/12/2009

Vice-prefeito chega de surpresa em festiva de vereadores e protagoniza ‘saia justa’

Noite de terça-feira (15). Nove dos 10 vereadores da Câmara Municipal (somente Marcilene Jacinto não estava presente, pois estava viajando) se reuniram, juntamente com seus familiares, para uma confraternização de final de ano na ‘Oficina do Salitre’. Paz, harmonia, alegria e fraternidade pairavam no ar, regados a cerveja gelada, refrigerante, carne a vontade.

De repente, assim do nada, o portão da serralheria se abre e adentra ao recinto, sozinho, o vice-prefeito Fausto Amaral (PT). Na hora, o clima mudou… Num piscar de olhos, a alegria e a descontração deram lugar a tensão.

Apenas Sanarelli (PPS), líder do governo, deu a devida atenção a Amaral que, visivelmente constrangido, fez questão de cumprimentar os demais edis, sem contudo receber deles a ‘energia’ necessária.

Instantes depois, o vice foi-se embora do mesmo jeito que chegou. A infeliz estratégia de aproximação, além de não lograr êxito, foi motivo de uma infinidade de comentários jocosos… Daquele momento em diante, a carne mais saboreada na festiva foi a do lombo do vice.