25/03/2020

Zema e vários prefeitos defendem eleições unificadas em 2022

Z|E|N
O movimento pelo adiamento das eleições municipais deste ano, com a realização de eleições unificadas em 2022 para os cargos de presidente, governador, senador, deputado federal, deputado estadual, prefeito e vereador tem ganhado força em Minas Gerais.

Além do governador Romeu Zema, os prefeitos de Uberlândia, Odelmo Leão (Uberlândia); Vittório Medioli (Betim), André Merlo (Governador Valadares) e o prefeito de Moema e presidente da Associação Mineira de Municípios, Julvan Lacerda, defendem a iniciativa.

A ideia é que os bilhões de reais que serão consumidos no pleito sejam investidos na saúde dos municípios. Além disso, é voz corrente que a unificação das eleições traria mais equilíbrio e alinhamento para a governabilidade nos âmbitos municipal, estadual e federal.